Colunistas

Teus pensamentos estão a serviço de que?

Jéssica Horácio de Souza

Psicóloga Jéssica Horácio – CRP 12/14394

Psicoterapeuta corporal e tanatóloga

Ah cabecinha barulhenta, te aquieta e para de criar dramas onde só há trivialidades do dia a dia! Quem dera este comando cessasse de uma vez por todas a capacidade de criar roteiros mirabolantes e catastróficos que a nossa mente insiste em fazer, né? Mas não é simples assim e nem poderia ser por se tratar de um mecanismo de proteção. Sim, pensar demais pode ser uma tentativa de alguma instância psíquica que regula a nossa saúde mental nos proteger de perigos que ela acredita que não só podem como irão acontecer. Vamos combinar que a habilidade de construir hipóteses cabe muito bem no desenvolvimento de processos artísticos como a escrita de uma história, um roteiro de filme, uma letra de música… Mas quando se trata desta característica aparecer na vida pessoal, aí ela se torna uma persona non grata. Entende?

Posto Bravo
Net Lider
Dengo Produtos de Limpeza
Maderonchi
Contape

Não combina com o viver se cercar de “porém”, “e se”, “será que?”

Ok, até aí tudo bem, mas e o que fazemos com os nossos medos que são a princípio os geradores deste roteirista de filmes dramáticos que vive dentro de nós? Não sei se você já percebeu, mas o barulho de uma criança costuma cessar quando ela é ouvida. Com os nossos pensamentos não é muito diferente disso, afinal, eles parecem uma criança assustada que precisa berrar para ser ouvida e acalentada. Já tentou ouvir este amontoado de vozes que surgem através de pensamentos?

É interessante observar qual o enredo no qual os pensamentos se sustentam, e podemos começar fazendo alguns questionamentos: pra onde todo este roteiro está me levando: pra desistência, pro congelamento emocional, pra evitação?… Qual é o meio que este roteirista interno está dizendo que eu devo utilizar para evitar esbarrar com o sofrimento? E se eu sempre acreditar neste roteirista e seguir o que ele me diz para fazer, os meus movimentos serão para frente ou para traz?

A verdade é que evitar a dor não é sinônimo de fazer contato com o amor e com tudo aquilo que ele proporciona: prazer, alegria, entusiasmo, frio na barriga… Evitar um sofrimento não evita que outros sejam sentidos, exemplo: se eu evito sair de casa por medo de me expor, eu posso sentir alívio em me poupar, mas posso sentir tédio, frustração, arrependimento, e tantos outros sentimentos… A questão é: com qual emoção ou sentimento eu consigo lidar?

Voltando para a parte dos pensamentos, eu gosto de fazer a seguinte pergunta para os meus pacientes: se você desenvolvesse neste exato momento muita coragem, você acreditaria nas hipóteses que a sua mente constrói?

A coragem ainda é a única fonte de energia que nos permite olhar para os nossos medos que geralmente vem através de pensamentos negativos e caóticos, e de questioná-los. Às vezes, um simples questionamento tira o poder que os pensamentos tem. Em outros casos, ir para a prática e testar os próprios pensamentos é o único meio de saber se eles são reais.

Para o próximo ano que está nascendo eu sugiro que você adote uma postura corajosa frente aos pensamentos que tumultuam a sua mente. Quem sabe você possa se desafiar a questioná-los ao invés de se questionar por tê-los, talvez você possa anotar em um diário o enredo base de cada pensamento para ter uma ideia da mensagem que eles querem te passar. Ou ainda, quem sabe no ano de 2022 você consiga se dar de presente um acompanhamento psicológico para desenvolver maior autonomia sobre as suas ações e assim obter mais qualidade de vida.

Lembre-se: os nossos pensamentos não são de todo ruim, eles só querem nos passar mensagens para evitar que passemos por sofrimentos. O grande problema é que as vezes eles não atualizaram a imagem que tem de nós e, portanto, nos veem como crianças ou como alguém incapaz de lidar com determinadas dores e ou de enfrentá-las. Esta tarefa é nossa e não dos nossos pensamentos. Que em 2022 possamos nos sentir com mais coragem e empoderamento diante daquilo que nos tumultua e assusta.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo