Colunistas

O que você viu quando a venda dos seus olhos caiu?

Psicóloga Jéssica Horácio – CRP 12/14394

Psicoterapeuta Corporal e Tanatóloga

Você está triste e decepcionada, eu entendo e sinto muito pela sua dor. Sei que no momento está difícil lidar com ela, e que tem períodos do dia em que a raiva aparece com uma intensidade brutal, nestes momentos dá vontade de gritar, bater, xingar: “por que você fez isso comigo?”. Esta raiva nada mais é do que a voz do teu ferimento, e ela é tão grande que quer ferir o outro também pra ver se assim sara.

Colinas Chocolatteria
Posto Bravo
Thiago Auto Lavação
Net Lider
Sabor D,Italia
Contape

Decepção é uma dor danada porque ela acorda outras dores irmãs como a injustiça, a tristeza a mágoa, a culpa… Ficam todas elas ali de mãos dadas, formando um círculo e girando em torno de você. É aí que eu fico me perguntando se não é hora de você sair do meio do círculo e dar as mãos para elas, sabe? Mostrar que você está com elas mas que isso não te faz menor que elas pode ser o começo da elaboração destas dores. É que se você não tomar as rédeas da situação, elas certamente tomarão por você e aí pode ser que realmente elas fiquem dançando em torno de ti por um longo tempo. O fato é que é você quem decide qual a hora de se levantar e colocar cada uma delas no seu devido lugar.

Bem, eu preciso te chamar para esta conversa para te mostrar algo que você está resistindo em aceitar: a venda dos seus olhos caiu e não vai mais voltar, a não ser que você opte por colocá-la novamente. Esta é mais uma daquelas perdas necessárias para o nosso crescimento, entende? É como se dar conta de que a mãe tem outros amores além de nós, ou como ir sozinha no médico para receber uma vacina: dói, mas sabemos que é necessário lidar com isso para sermos adultos saudáveis.

A verdade é que a ingenuidade é como um vício porque ela traz consigo um amontoado de fantasias prazerosas, mas como todo vício ela também esconde atrás de si a negação da realidade e a dependência das fantasias para sobrevivência emocional. É por isso que às vezes fica tão difícil reconhecer que uma hora ou outra a ingenuidade precisaria ir embora para dar lugar na nossa vida a um novo integrante.

Qual é este integrante? É o realismo. Uns dizem que ele é parente do pessimismo, outros já o confundem com o otimismo. Mas a verdade é que ele é simplesmente realista e nos mostra as coisas e as pessoas como elas realmente são e não como gostaríamos que fossem.. Ele tem uma grande amiga que geralmente caminha com ele, que é a maturidade, é ela quem vai carregar tudo o que você aprendeu sobre a vida até aqui para então entrar em cena o realismo para te ajudar a manter os dois pés bem firmes no chão.

Abraça os horizontes que a ausência da venda sobre os olhos te permitiu enxergar, acolhe a tua capacidade de questionar, refletir, problematizar, desvendar. E se em algum momento você perceber que o horizonte é maior do que você consegue suportar, coloque a venda novamente mas se certifique que ficar parada no mesmo lugar, afinal, cair por desconhecer que o lugar é perigoso é sinal de ingenuidade, mas cair por negar que o lugar é perigoso é sinal de imaturidade.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo