Colunistas

Quais mentiras você tem contado para si?

Jéssica Horácio – CRP 12/14394

Psicoterapeuta Corporal e Tanatóloga

Como é bom ouvir verdades com as quais concordamos, não é? Mas é extremamente dolorido lidar com aquelas verdades que nos despem emocionalmente. E dói porque temos o hábito de nos encher de roupagens emocionais, e então, quando nos deparamos com alguma verdade que desnuda o nosso EU, bem, não só o constrangimento aparece mas também a raiva por não termos controle sobre o que os outros percebem que existe por debaixo das nossas vestes, e ainda, a tristeza dá as caras nos mostrando que passamos muito tempo de vida escondendo uma parte da nossa história que por mais dolorida que seja, ainda faz parte da nossa construção. A verdade é que às vezes, nem nós sabemos mais o que encontraremos se por algum motivo nos despirmos.

Net Lider
Dengo Produtos de Limpeza
Posto Bravo
Colinas Chocolatteria
Star Seguros
Sabor D,Italia

Agora fica mais fácil compreender porque em alguns momentos nós optamos por ouvir mentiras convenientes a verdades duras, né? A mentira reforça as vestes emocionais que usamos, e é justamente por isto que elas se tornam tão mais confortáveis. O problema das mentiras confortáveis é que quando optamos por elas, atrofiamos a nossa capacidade de acolher não somente a nossa nudez, mas a nudez das pessoas ao nosso entorno também. E se encher de roupas emocionais pode ser tão ou mais perturbador do que encarar o próprio reflexo nu no espelho.

Quais mentiras você tem contado para si? Quais as camadas de roupas emocionais é necessário retirar para você encontrar a sua verdade?

Talvez você já tenha entendido até aqui que todos nós em algum momento da nossa vida buscaremos esconder as partes que nos causam algum desconforto e até mesmo sofrimento, e está tudo bem, temos este direito. Mas, talvez o que você precisa saber é que o peso das vestes podem cansar e trazer muito mais prejuízos do que aceitar a própria nudez emocional.

Sabe aquele cansaço, o desânimo e a apatia? Eles certamente podem ser consequência da busca incessante por vestimentas que encobrem aquilo que você não aprendeu a ver e que não permite que ninguém veja também.

Então quem sabe este seja o momento de você ficar a sós consigo e retirar aquelas roupas que não estão mais permitindo a fluidez da sua mente, do seu corpo, da sua vida. E assim, depois de redescobrir a sua nudez e fazer as pazes com ela, você poderá mostrar ao mundo quem é, exatamente como você fez quando nasceu: sem vestes, sem acessórios, sem pesos. Sendo você.

A verdade do seu Eu pode ser linda desde que você não a esconda, e nem a negue. Pense nisso.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo