Prefeitura Capa Meio
viagem

Por que o mundo está apaixonado por Nova Zelândia?

Câmara de Vereadores

Terra de praias e esportes radicais, Nova Zelândia é um dos destinos preferidos dos turistas. Apronte suas malas e vamos embora!

Razões para visitar a Nova Zelândia                       

Clima privilegiado

Embora que durante o verão o termômetro alcance os 30°C e no inverno seja possível brincar com a neve, em termos gerais o país possui temperaturas amenas durante todas as estações do ano.

Maderonchi
Spilere Serralheria
Dengo Produtos de Limpeza
DM Seguros

Belezas naturais

Na Nova Zelândia poderá achar diversas paisagens, como praias de areia branca, vulcões, fiordes, geleiras e montanhas. E até um spa a céu aberto em áreas com águas naturalmente aquecidas, que formam piscinas de lama.

Turismo aventura

Gosta dos esportes radicais? Você está no local correto! Poderá fazer bungee-jumping, escalada, esqui, rafting, trekking, alpinismo, rapel, asa-delta, paraquedismo e até exploração de cavernas.

Uma dica importantíssima: lembre-se de contratar um seguro de viagem internacional que o proteja diante imprevistos.

Terra dos vinhos

Devido ao seu clima, a Nova Zelândia é uma terra ideal para o cultivo de uvas, especialmente nas regiões de Central Otago, Waiheke e Wairarapa. Pinot Noir, Sauvignon Blanc, Merlot e Cabernet Sauvignon são algumas das especialidades das mais de 120 vinícolas da ilha.

Praias paradisíacas

Ao longo dos seus 15 mil quilômetros de litoral poderá escolher o tipo de praia que mais se ajuste às suas preferências. Ao leste achará águas calmas e areias muito brancas, enquanto no oeste ondas mais fortes e areias negras.

Fauna própria

A fauna da Nova Zelândia possui animais únicos, como o pássaro kiwi, a baleia cachalote e as focas peludas.

Quanto custa viajar à Nova Zelândia

Passagens aéreas

Este é com certeza o maior gasto da viagem, pois os valores costumam ficar em torno aos 5 mil até 10 mil reais. Para achar voos mais baratos basta procurar horários alternativos ou fazer conexões com escalas em África do Sul ou Dubai.

Transporte

Um transfer do aeroporto de Auckland até o centro custa ao redor de USD 12 por pessoa. Para se locomover dentro das cidades o passe ônibus válido por até 10 viagens sai por USD 200, enquanto uma corrida de táxi pode custar uns USD 17.

A passagem de ferry para cruzar da ilha Norte até a ilha Sul custa USD 48 por pessoa.

Hospedagem

As opções são diversas, dependendo do bolso dos turistas. A diária em quarto compartilhado em um hostel custa uns USD 15, enquanto um quarto privado em um hotel pode se conseguir a partir dos USD 30 por dia.

Comida

Assim como acontece com a hospedagem, a variedade de restaurantes e lugares para comer é muito ampla. Os tradicionais fast-foods vende uma refeição completa por uns USD 10, mas também existem opções mais saudáveis, como os kebabs, por USD 7 aproximadamente.

A boa notícia é para os amantes do sushi, pois pode comprar essa comida japonesa por apenas USD 8.

Passeios

Os preços são variados, por exemplo, a entrada na Torre de Auckland custa USD 20 e o ingresso a um parque geotérmico em Rotorua, USD 32.

O tour por uma caverna de vermes brilhantes em Waitomo sai por USD 25, ao igual que cruzeiro de duas horas pelo Lago Taupo. Também existem passeios mais caros, como uma viagem de helicóptero até a Geleira Franz Josef, por USD 230, ou um tour de barco para ver baleias em Kaikoura, por USD 105.

O que visitar na Nova Zelândia

Auckland

Mesmo que não seja a capital, a maior cidade da Nova Zelândia é um centro urbano que será o paraíso para quem gosta de fazer compras e também para os amantes dos passeios naturais.

Lá poderá observar muitos vulcões extintos e outros dormentes, assim como piscinas de lama e gêiseres. Um bom passeio é ir de balsa até o cume da ilha vulcânica Rangitoto ou fazer safáris ecológicos para ver baleias e golfinhos, entre outros mamíferos marinhos.

Hobbiton

Localizada na ilha norte, esta cidade é famosa porque foi lá onde se filmou a famosa trilogia O Senhor dos Anéis. Por este motivo, existem diversos tours que levam os visitantes às paisagens naturais onde se gravaram as principais cenas.

Wellington

A capital da Nova Zelândia é pequena, porém cheia de opções de bares de restaurantes para comer e beber alguns copos.

Os passeios que pode fazer lá são a Catedral St Paul’s, feita de madeira nativa, o jardim botânico Otari-Wilton’s Bush, o museu interativo Te Papa ou a Zealandia, um vale onde se encontram o pássaro kiwi, e outros animais exóticos.

Rotorua

Aqui você poderá vivenciar de perto a cultura maori, especialmente na vila de Ohin Mutu, com templos e casas de reunião típicas de esse povo.

Conhece o Haka? É uma dança de guerra maori, onde os homens batem os pés no chão enquanto cantam e gritam. Para assistir a uma representação de esta tradição pode visitar Mitai Village ou Tamaki Village.

Waitomo Caves

Quer fazer um passeio diferente? Localizadas a três horas de Auckland, são cavernas de vermes brilhantes. Dentro delas moram centos de bichinhos de luz que ficam fluorescentes na escuridão.

Queenstown

Especial para os amantes dos esportes radicais, lá é possível fazer bungee-jumping, rapel, escalada, asa-delta, paraquedismo, entre outras práticas.

No inverno Queenstown possui muitas estações de esqui espalhadas nas montanhas ao redor da cidade.

Conselhos para viajar à Nova Zelândia

  • Escolha uma boa época para ir

Embora as estações do ano sejam as mesmas do Brasil, o verão é muito lotado, especialmente quando se trata das atividades ao ar livre.

É melhor viajar na primavera ou no outono.

  • Alugue um carro

A Nova Zelândia é um país pequeno. Por este motivo, e porque as estradas entre cidades são muito belas e oferecem opções de hospedagem, alugar um carro é uma ótima escolha.

Atenção! No país se dirige com mão inglesa. No inicio pode ficar um pouco difícil, mas com os dias você se acostumará.

  • Contrate um seguro de viagem internacional

Imprevistos podem acontecer em qualquer momento, especialmente se realizar esportes radicais ou atividades de risco.

Viaje com segurança contratando uma cobertura de acordo com seu perfil e tipo de viagem.

  • Fique pelo menos uma semana

Para fazer um roteiro básico, entre 7 e 10 dias são os recomendados. Caso quiser conhecer mais cidades ou descansar nos lugares de praia, uns 15 dias são ótimos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Spilere Serralheria G
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo