Colunistas

Dicas para quando o desânimo bater à porta

Psicóloga Jéssica Horácio

Corpo cansado, baixa energia mental e física, vontade de ficar quietinha, e de dormir e de não fazer nada mais além de deitar e esperar tudo passar. O desânimo às vezes surge e ameaça qualquer disposição que exista, ele leva pra longe o gás que impulsiona as ações e além de realizar uma subtração em toda a motivação humana, ele também gera consequências negativas quando não é mediado pelo próprio indivíduo.

Não é verdade que todo desânimo tenha como causa alguma questão traumática existencial, ele também pode ser fruto de alguma disfunção neurológica, hormonal, ou até mesmo pode ser a consequência de alguma doença pré existente. Fazer exames clínicos de rotina é fundamental para identificar o nível de vitaminas e a existência de alguma disfunção biológica.

Dengo Produtos de Limpeza
Maderonchi
Net Lider
Posto Bravo
Contape

Quando descartada a hipótese biológica, então é possível investigar alguns aspectos psicológicos. Às vezes o desânimo pode surgir como resultado de alguma contenção emocional, por exemplo: alguém que buscando conquistar pertencimento em suas relações abdica dos seus próprios desejos e, portanto, passa a viver de acordo com os desejos dos outros, esta dinâmica pode contribuir para a construção de uma vida com pouco sentido e que consequentemente contribuirá para a sensação de desânimo.

Outro aspecto importante a ser considerado é o lugar no tempo que este desânimo se estabeleceu: será que ele cresceu aos poucos ou será que surgiu abruptamente devido a algum trauma significativo? E também, merece consideração a relação do desânimo com a desconexão de sonhos e objetivos para a própria vida. Gosto de perguntar aos meus pacientes se eles ainda sentem que a criança que já foram ainda está viva e atuante na vida atual deles, e caso a resposta seja negativa, questiono em que lugar no tempo esta criança ficou. Se a resposta for positiva pergunto o que esta criança tem a nos dizer sobre seus sonhos.

Quando estamos sem energia dificilmente encontramos em nós mesmas os caminhos para irmos ao encontro de nos reabastecermos de energia, é por isso que o autoconhecimento é tão precioso pois através dele podemos identificar o momento em que o desânimo está se instalando e acessar estratégias para não permitir que a permanência dele seja duradoura o suficiente para trazer prejuízos para a nossa vida.

Então, enquanto processo preventivo quero compartilhar com você algumas ferramentas que podem funcionar como uma recarga de energia para ser usada nos momentos de desânimo, mas que obviamente precisam ser construídas em momentos de bem estar e alegria:

  • Escrever uma carta para si quando estiver se sentindo bem (colocar nesta carta aquilo que precisa ler quando o desânimo bater: se lembrar que é só um momento ruim, o que pode e o que não pode fazer);
  • Anotar em post it trechos de músicas que te inspiram;
  • Fazer uma lista de tarefinhas terapêuticas que tem o intuito de promover relaxamento e diversão;
  • Enviar um áudio para si com uma gargalhada gostosa;
  • Salvar em uma pasta escrita SOS, fotos suas que te trazem boas sensações.

Você já utiliza alguma dessas tarefas? Me conta, como você costuma recarregar as suas energias quando o desânimo bate à porta?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo