FORQUILHINHA Previsão do Tempo
Colunistas

Contra tudo e todos, contudo, há poesia

Wagner Fonseca Voto Polarização Copa discutir Acho Opinião Especialista eles polarização

Houve um tempo que o poeta escrevia sobre flores e o pôr-do-sol. Narrava nuvens coloridas sobre montanhas e até mesmo dias cinzas. O poeta era primavera e verão, era outono e inverno. Houve um tempo que o poeta era pura vida.

O poeta escrevia aqui e ali ou em qualquer lugar. Para ele tudo era poesia, o silêncio do vento ou o silêncio da escura noite fria. O poeta era criação maravilhada, era inspiração livre que se desenvolvia. O poeta se apaixonava, sozinho ele ria. Observava o mundo como criança se redescobrindo em cada novo dia.

O poeta amava, chorava, sofria. Lia seus livros e lia também todo mundo que ele encontrava. O poeta, inquieto, não parava. O poeta não ganhava dinheiro com sua poesia, nem se importava. Pagamento maior eram sorrisos, suspiros e a tristeza transformada em alegria.

Credisol
Maderonchi
Net Lider
Contape
Dengo Produtos de Limpeza

O poeta ia bem, sem mundo também, porém, ele não esperava, mas chegou um homem com caricata ousadia, verbalizando impropérios com galhardia. Uma cobra era mais honrada, pensava o poeta, pois rastejar era sua vida. O homem, no entanto, a todos apontava seus dedos sujos, dizendo que imundos eram os outros. Os outros eram aqueles livres que amavam a vida, assim como o poeta, que sabia, que nem tudo é colorido.

Aquele homem estragou os dias, as cores, a vontade e o sonho. O mundo não ficou insosso, ficou amargo mesmo. O poeta, então, deixou de lado sua fantasia, porque agora a realidade lhe cobrava. O poeta era sensível e disso sempre soube, nunca escondeu.

O poeta voltou à sua concha e refletiu, sentiu raiva, se feriu. Armou-se de toda palavra, forte e bonita, para lutar contra a mesquinharia. Se o homem é torpe, eu sou muralha, disse o poeta.

Hoje o poeta ainda viaja com flores ou arco-íris. Hoje o poeta avança e vai além. Não se entorpece de esperança. O poeta reverbera o pensamento, o poeta anuncia.

Haverá um tempo, sabe o poeta, e esse tempo de agora ele usa como matéria-prima. O ontem ele já viveu, agora constrói um amanhã, com página, palavra e tinta em toda e nova linha.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo