Óticas Carol 2
Óticas Carol
Colunistas

I Catavento Festival de Música

Odonto Excellence

Wagner Fonseca – poeta, professor e blogueiro

O investimento em cultura é algo que sempre evoca polêmicas, desnecessárias na maioria das vezes. No dia 02 de dezembro, num domingo de sol entre nuvens e com um atípico ar frio, realizamos o I Catavento Festival de Música na rua coberta da praça central de Forquilhinha. O nome do evento é o nome do nosso coletivo cultural.

Já há algum tempo vinha conversando com meus amigos de longa data sobre a ideia de um evento musical com várias apresentações. Na verdade tratava-se de uma vontade antiga, porém sempre esbarrando nos problemas tradicionais: tempo e dinheiro. Bem, dinheiro sempre é problema e solução, já o tempo é justamente o fator mais escasso. Resultado: para suprir isso tudo só mesmo com força de vontade.

Cia da Saúde
ES Academia
Thiago Auto Lavação
Anunciar 2017 – 200px
Ri Cred
Da Soler Selo

Isso nós temos em nosso coletivo e nosso objetivo é exatamente mostrar que, com um pouco de vontade e algumas pessoas interessadas, é possível sim realizar muito na área cultural com pouco investimento. Foi e é o que fizemos e o que fazemos com nossa força de vontade. Trabalho voluntário que cansa e estressa muitas vezes, mas se ficarmos apenas reclamando, nada irá acontecer. Nada mesmo.

No dia 02 nós trouxemos ao palco onze apresentações: o sertanejo do Três em Um, o reggae do Direito de Igualdade, o rap do Room Mob, e o rock and roll das bandas Don Musgo, Lado Contrário, Voo Noturno, The Dymmis, Vira-Latas e Sapato Velho, além da voz e violão de Dilnei Colonetti e Guga Barkett. Quem foi viu e gostou, tanto que já pedem mais para o próximo ano e que não demore mais um ano!

Com certeza algumas coisas precisam ser revistas, da organização ao apoio, patrocínio, apresentações, etc. Nada além do normal em se tratando de um evento desse porte onde compareceram entre 300 a 400 pessoas. É pouco? É muito? Ainda precisamos refletir sobre isso. Fato é que, vivendo numa sociedade solapada pelo mundo virtual, levar arte, cultura e diversão num domingo à tarde à população, é uma empreitada de valor (e muita dedicação!) que caberia um olhar mais atento de todos os atores sociais.

Dos órgãos públicos, administração municipal, às entidades de classes e sociedade civil organizada, é imperativo focar em ações ao mesmo tempo simples porém complexas e extremamente necessárias a uma realidade já tão desgastante quanto é o nosso cotidiano.

Contando com o patrocínio da Coopera, nosso coletivo cultural surgiu a partir do projeto Labs em Rede no final de 2016, após nossas experiências com o TribAL – Tributo à Arte Literária. Era um sarau literário onde havia muita declamação de poesia, de 2014 a 2016 contando com cinco edições que se concretizaram num livro no mês de novembro. Para quem acha que declamação de poesia é algo antigo e que não se via por aqui, está muito desatualizado. Daí partimos para o Coletivo Catavento, sempre buscando nosso espaço.

Nesse nosso primeiro evento musical contamos com o apoio da administração municipal de Forquilhinha, dado importante, pois mostramos que podemos unir forças em prol da cultura. Ainda contamos com brigadistas e segurança: polícia militar, civil e bombeiros são entes que não podem faltar em atividades assim.

Com todos esses atores envolvidos, mais o público e músicos, não havia como dar algo errado. Nossa gratidão é a que fica cada um desses que estiveram presentes. Nosso muito obrigado! E que venham mais eventos assim!






Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Spilere Serralheria G
Anuncie FN 2017
Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé
Topo