Comemoração

Você comemora o Halloween? Saiba como tudo começou!

Se você já fez aulas de inglês numa escola de idiomas, com certeza, já comemorou em menor ou maior escala a festa do Halloween. Antes da noite de Todos os Santos, todas as criaturas assustadoras que já caminharam pela Terra resolvem se levantar e festejar suas maldições, sustos e travessuras.

Muito comum em filmes norte-americanos, crianças e adolescentes se fantasiam e saem pedindo doces nas casas vizinhas, prometendo aprontar bastante, caso não consigam algumas gostosuras. Adultos vão a festas especiais, sempre muito bem fantasiados, e comemoram até o dia amanhecer.

Começou tudo com o povo celta!

Star Seguros
Dengo Produtos de Limpeza
Contape
Banana Motos
Posto Bravo
Maderonchi

Mas será que você conhece a origem do festejo? Ele começou na Europa! No século 18, havia um festival pagão denominado Samhain. Ele tinha origem celta e era comemorado em homenagem ao fim do verão no hemisfério norte. Era época do fim das colheitas e festejava-se a beira de fogueiras, sempre com muita fartura de comidas e bebidas.

No Brasil, é comum ver historiadores se referirem às mesmas comemorações como tendo dado origem ao que conhecemos aqui como Festas Juninas. Também com muitas comidas, bebidas e danças, todos em torno de fogueiras. Duvido que você já tivesse feito alguma correlação entre os dois eventos.

Pois da mesma maneira que relacionam o São João à Mega-Sena, agora também vai ter uma Mega-Sena de Halloween! Ela vai acontecer no dia 30 de outubro e terá uma premiação especial de mais de 80 milhões de reais! Pode ser que vire uma tradição, pois ano passado também teve uma bolada como esta na mesma comemoração popular.

É até comum relacionar o Halloween com sorte e azar, por isso quem curte a festa não pode perder a oportunidade de participar do sorteio. Tem gente que aproveita a festa até para conhecer o futuro através da leitura das mãos. Se a festa é das bruxas, nada mais justo! Na Irlanda antiga, as pessoas procuravam saber a data da própria morte (terrível), mas os tempos são outros.

Como a esta chegou a América?

Através das grandes navegações e imigrações, é claro. Quando os ingleses colonizaram os Estados Unidos, eles levaram consigo todos os seus costumes e tradições. Logo depois, os irlandeses – povo celta – começaram a povoar a América, pois passavam por uma época de muita fome na ilha Esmeralda, com pragas que estragaram todas as batatas produzidas no país.

Foi no solo americano que surgiu a lenda do ferreiro de nome Jack, que começou a fazer lanternas com grandes abóboras. Foi também nos Estados Unidos que o hábito de pregar sustos se popularizou, com a influência de programas de rádio, no início do século XX.

A cultura é uma manifestação popular volátil, tanto pode crescer e se tornar presente em um país completamente novo quanto sumir e não deixar mais praticantes vivos. Muita gente tenta boicotar o Halloween no Brasil, afirmando que já há figuras folclóricas típicas e a importação da festa assustadora seria um estrangeirismo.

A origem europeia e a popularização nos EUA mostram que isso é uma grade bobagem. O saci, brasileiríssimo, pode conviver com bruxas e diabinhos tranquilamente. Daqui a pouco, todos começarão a ver a influência brasileira nas festas de outros países. O mundo se tornou globalizado, não tem problema.

As principais referências do Halloween, nas comidas e bebidas dispostas nas festas, podem ser vistas nos biscoitos em forma de abóbora, cachorros quentes em formato de dedos. Bebidas vermelhas que emulam sangue humano. Além de bolos parecidos com teias de aranha ou morcegos. É a criatividade quem manda! E disso, os brasileiros entendem até mais do que os gringos, não é?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo