Justiça

Vencimentos de servidor público não podem ser indexados pelo salário mínimo

Transitou em julgado a decisão que declarou a inconstitucionalidade de artigo da Lei Orgânica do Município de Mafra que fixava o piso dos vencimentos dos servidores municipais em dois salários mínimos.

A ação foi ajuizada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Mafra e do Centro de Apoio Operacional do Controle da Constitucionalidade (CECCON).

De acordo com a argumentação do Ministério Público – seguida por unanimidade do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, que julgou a ação –, o artigo afronta a Constituição da República Federativa do Brasil e a Constituição do Estado de Santa Catarina porque ambas vedam a vinculação ao salário mínimo para qualquer fim.

Thiago Auto Lavação
Dengo Produtos de Limpeza
Posto Bravo
Sabor D,Italia
Maderonchi
Colinas Chocolatteria

Salientou, ainda, que a norma contestada institui vinculação de vencimentos de servidor municipal a índice ditado pelo Presidente da República, garantindo reajuste automático independente de lei específica do Município, o que contraria de forma flagrante a autonomia dos Estados e Municípios e, de igual forma, o pacto federativo.

Com o trânsito em julgado da ação direta de inconstitucionalidade, não há mais possibilidade de qualquer recurso. A aplicação da decisão, porém, não é imediata, pois depende da aprovação de nova lei para substituir a norma inconstitucional. (ADI nº 2014.005706-4)

MPSC

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo