Esportes

Times em crise, quais os mais problemáticos do Brasil

A recessão econômica do país tem abalado não só a população brasileira, mas também o bom e velho futebol

A atual crise econômica, aliada a uma má gestão por parte dos dirigentes, que atrasam salários e direitos de imagem dos jogadores, têm feito não só a receita dos times cair, mas o desempenho em campo despencar.

Muitas equipes enfrentam dívidas estratosféricas atreladas a bancos, causas trabalhistas, bem como com outros clubes, agentes e patrocinadores.

Maderonchi
Posto Bravo
Net Lider
Banana Motos
Dengo Produtos de Limpeza
Star Seguros

A crise do coronavírus, que desencadeou a suspensão de campeonatos, agravou ainda mais a situação, levando alguns times brasileiros que disputam a segunda divisão de campeonatos regionais a pedir socorro à CBF com medo de irem à falência.

Times de elite também estão sofrendo, como é o caso do Flamengo, que já vinha sofrendo com limitações financeiras, anunciou cortes de salário e demissão de funcionários.

Veja a seguir quais são os times mais problemáticos do Brasil e prepare as suas apostas online:

Cruzeiro

Após um final de ano conturbado, o Cruzeiro pode respirar um pouco mais aliviado pois suas chances de rebaixamento na série B do Campeonato Brasileiro é quase nula. Porém, a crise fora de campo parece assombrar a Raposa.

Além de ser o segundo clube mais endividado do país, atrás apenas do Botafogo, com um aumento de 59% em suas dívidas, a equipe está envolvida com pagamentos suspeitos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

A crise fez com que, no início de 2020, a FIFA determinasse que o Cruzeiro iniciaria o campeonato da série B com seis pontos a menos por conta do não pagamento ao Al-Wahda, dos Emirados Árabes, pelo empréstimo do volante Denílson.

Botafogo

A má administração do alvinegro carioca tem provocado uma crise dentro e fora de campo.

O time é o maior devedor do futebol brasileiro, com uma dívida que chega a R$730 milhões, e amarga a penúltima posição da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da série A.

O alvinegro também estaria sofrendo pressão por parte das organizadas, que querem mais comprometimento por parte dos jogadores.

Além disso, o japonês Keisuke Honda, um dos destaques do clube para o ano de 2020, estaria cogitando deixar a equipe.

Vasco

O ano de 2019 para o Vasco foi marcado por uma crise política e financeira que chegou a deixar jogadores com salários atrasados.

Os reflexos dessa crise continuam e se refletem nos campos: o time carioca se encontra na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da série A.

Por fim, a disputa eleitoral para a presidência do clube pode ameaçar a contratação do meia-atacante argentino Martín Benítez. O valor de contratação de Benítez é considerado muito alto para que as negociações sejam fechadas sem a confirmação da próxima gestão, segundo o atual mandatário do time, Alexandre Campello.

Corinthians

O Alvinegro paulista, que tinha um dos maiores faturamentos do futebol brasileiro em 2010, hoje é um dos que têm dificuldades para arrecadar.

Suas dívidas já representam duas vezes o valor da arrecadação anual, com valor total arrecadado por torcedores, direitos de transmissão e estádio e transferências de atletas caindo pela metade em comparação a 2018.

Não bastasse o problema financeiro, a equipe, juntamente de seu jogador Jô, contraíram nova dívida de R$18 milhões. A decisão tomada pela FIFA faz parte de uma indenização que deverá ser paga ao ex-clube do atacante, Nagoya Grampus.

O clube tampouco figura em uma boa colocação no Campeonato Brasileiro, atualmente na 10ª posição.

Santos

O Santos é outra equipe paulista que vem apresentando problemas financeiros.

A crise se agravou durante o período da quarentena, quando o jogador Eduardo Sasha denunciou a equipe por falta de pagamento de seus salários e direitos de imagem, bem como por falta do recolhimento do FGTS.

A equipe ainda deve o valor aproximado de R$20 milhões para clubes internacionais como Hamburgo (Alemanha), Brugge (Bélgica) e Atlético Nacional (Colômbia) pelas aquisições de Cleber Reis, Felipe Aguilar e o empréstimo de Luan Peres.

A venda de Rodrygo, atleta revelação do clube, tende a aliviar um pouco os cofres do alvinegro praiano, já que o atacante foi vendido para o Real Madrid por R$ 197 milhões.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo