Raríssima Cabeçalho
Colunistas

Projeto de Lei pedirá o fim dos votos secretos na Câmara de Vereadores de Forquilhinha

Voto aberto sim!

Vereador, Célio Elias (PT), deve protocolar na próxima segunda-feira, 20, na sessão do Legislativo, novo projeto de lei que determina que todas as votações na Câmara sejam feitas por voto aberto. Pela ideia, não deverá mais haver decisões tomadas com voto secreto, inclusive eleições da Mesa Diretora, por exemplo.  Outras tentativas de aprovação não deram certo. Nesta legislatura, a aceitação do projeto parece boa. Será que agora sai do papel?

Contape
Coopera
Cia da Saúde
Raríssima lateral

Finalmente I

Depois de muita negociação e vai e vem, foi aprovado pelos vereadores nesta semana o Estatuto dos Servidores Públicos Municipais de Forquilhinha. O mesmo havia sido vetado no ano passado pelo então prefeito, Vanderlei Alexandre (PP), por conta de normas envolvendo o ano eleitoral. As alterações beneficiam os 586 servidores estatutários do município.

Finalmente II

O sindicato dos servidores – que muito discutiu a respeito das mudanças neste estatuto – comemorou a nova aprovação. Entre as principais alterações está a ampliação das licenças maternidade e paternidade; a regulamentação da adoção de crianças por casal homoafetivo; o direito a licença de acompanhamento em casos de doença em pessoas cujo servidor seja o único responsável; e prorrogação de afastamento para casamento e falecimento de parentes, sem perder o dia. Além da revisão de artigos envolvendo horas extras.

Votou… e aprovou!

Por conta da pressão que a oposição vinha fazendo nas últimas sessões, foi lida e votada – novamente – nesta semana, a ata da sessão solene de posse, datada de 1º de janeiro de 2017. A oposição pedia nova votação alegando que houveram votos marcados na eleição da Mesa Diretora do Legislativo, mas, no fim, deu o esperado: ata aprovada – de novo – mas desta vez por cinco votos a quatro.

Novo na casa

Por conta de problemas de saúde do vereador, Jucemar Borges (PP), que se afastou com atestado médico por 14 dias, assumiu nesta semana e segue na Câmara até a próxima sessão o suplente, Hildo Gonçalves (PP).

Muita promessa em Brasília

Peregrinando os corredores da Câmara dos Deputados, Senado e Governo Federal nesta semana, o prefeito de Forquilhinha, Dimas Kammer (PP), o vice, Félix Hobold (PT) e o presidente do Legislativo, Maciel Da Soler (PMDB), pelo menos conseguiram promessas dos parlamentares catarinenses. Promessas de que recursos serão destinados para Forquilhinha, através de suas respectivas emendas. A área queridinha para investimentos neste momento é – não surpreendendo – a saúde.


Topo