Raríssima Cabeçalho
Colunistas

Projeto de aumento de vagas em cargos na Administração Municipal pode retornar à Câmara de Vereadores

DA POLÍTICA

Deve voltar

É grande a probabilidade de que volte para a Câmara de Vereadores de Forquilhinha já na próxima semana o Projeto de Lei do Executivo que altera a quantidade de vagas em cargos efetivos na Administração Municipal. Na última sessão, foi aprovado o aumento de apenas duas, das seis vagas solicitadas pela prefeitura, o que não agradou o prefeito, Dimas Kammer (PP) e demais progressistas forquilhinhenses.

Cartão amarelo

Atualmente a coligação da base de governo traz, juntos, PP, PMDB e PT. Depois da derrota na Câmara nesta semana, obviamente, os progressistas saíram bastante descontentes. Também com os petistas, mas principalmente com os peemedebistas, por conta do posicionamento do presidente do Legislativo, Maciel Da Soler. O fato não chega a significar – ainda – um rompimento da coligação, mas, com toda certeza, levanta um cartão amarelo e evidencia possíveis rachaduras iniciais no grupo.

Vai e vem

Relembrando que, por conta da pressão popular, vereadores de situação até tentaram aprovar um requerimento de retirada do projeto antes da votação final em plenário nesta semana. No entanto, para surpresa de alguns, o documento acabou rejeitado por 5 votos a 4, cujo desempate ficou por conta do presidente da Casa, Maciel Da Soler (PMDB).

Depois disso, o projeto em questão foi aprovado por 5 votos a 3, levando em conta a emenda da Comissão de Finanças que restringia o aumento a apenas duas vagas, ao invés de seis. Votaram a favor da aprovação com a emenda o vereador de situação, Célio Elias (PT); e os de oposição, Juliano Arns (PDT), Érico D’Amorin (PSD), Leandro Loch (PSDB) e Arlei Dondossola (PR).

Maderonchi
Coopera
Spilere Serralheria
Contape

Troca oportuna

A continuidade da aliança entre os três partidos – PP, PMDB e PT – dependerá do que vai acontecer na próxima semana – e se o projeto em questão voltará realmente à pauta da Câmara. Isso porque o vereador, Célio Elias (PT), pega licença e ficará afastado por 15 dias, o que dá ao governo a chance de aprovar o projeto como quer – se o presidente do Legislativo votar a favor – já que na cadeira do petista assumirá o progressista, Hildo Gonçalves.

Outra cadeira

Além da troca de Célio por Hildo, as próximas sessões do Legislativo terão outro novo nome entre os nove vereadores, uma vez que Arlei Dondossola (PR), também entrou de licença por 15 dias. Ele será substituído por Vanderlei de Jesus (PRB).

E as informações?

Vereador pelo PDT, Juliano Arns, deve protocolar requerimento por escrito na próxima sessão, solicitando retorno e agilidade nas respostas para os diversos pedidos de informação que os vereadores de oposição fizeram à Administração Municipal neste ano. Dentre eles há questionamentos sobre quantidade de cargos comissionados e seus salários; relação de funções gratificadas e respectivos funcionários que as recebem, bem como orçamento para tal benefício; entre outros pontos.

Deu bom

Com mais de 37 mil pessoas alcançadas e quase 2 mil visualizações, pode-se considerar um sucesso a estreia da transmissão da sessão do Legislativo via Facebook nesta semana. Para quem ainda não viu, o vídeo está armazenado na página da Câmara de Vereadores de Forquilhinha na rede social. É só acessar, curtir e acompanhar!

DA COMUNIDADE

Vem, pedágio!

Os preparativos seguem intensos, assim como a convocação para toda a comunidade forquilhinhense. Amanhã é dia de mais uma edição do pedágio da Apae de Forquilhinha, e todos podem contribuir com qualquer valor. Das 8h às 12h, em torno de 50 voluntários estarão arrecadando doações em quatro pontos da cidade: bairros Ouro Negro, Centro e Santas Ana e Isabel.

Para investir

A expectativa é que seja arrecadado mais de R$ 20 mil. Para tanto, envelopes também foram espalhados no comércio e em empresas do município, em busca de contribuições. Todo o valor será investido em melhorias na instituição, já que a meta, depois que as obras de ampliação da estrutura da Apae forem finalizadas, é a construção de um ginásio ou quadra coberta para a prática de esportes entre os alunos.

Por causa da chuva

Em Forquilhinha, os principais estragos por conta da chuva dos últimos dias ficaram para a lavoura do feijão preto. Dos 200 hectares plantados na safra 2016/2017, faltava ser colhido em torno de 10%, e desta quantidade, 70% ficou comprometida. Sorte daqueles que já havia colhido os grãos antes de a chuva chegar!

Solução no judiciário?

Segue grande a expectativa da comunidade de Cidade Alta pela solução do problema envolvendo a área invadida no bairro, pertencente à Nova Próspera. Na próxima segunda-feira, 12, acontece uma reunião que tratará do assunto, envolvendo Poder Judiciário, Administração Municipal, Associação de Moradores e representantes da empresa.

A novela

Depois que foi pavimentada, a Rodovia Vante Rovaris vem registrando problemas estruturais. Para tentar solucionar o problema, há alguns meses, a Secretaria de Infraestrutura de Forquilhinha retirou o asfalto da parte mais problemática para refazer a pavimentação, mas até agora, o serviço não foi concluído. Isso porque ainda falta a liberação do Departamento Nacional de Proteção Mineral para a extração do seixo rolado a ser utilizado na a primeira parte da obra. A secretaria ficará responsável pela colocação das pedras, depois, uma empresa privada realizará a pavimentação. A expectativa é que, em pelo menos trinta dias, saia a liberação do DNPM.

Capital do vôlei

De hoje até domingo Forquilhinha será a Capital Catarinense do Voleibol, uma vez que vai sediar, simultaneamente, duas etapas do campeonato estadual: 1ª etapa da categoria Mirim, de atletas de até 14 anos; e 2ª etapa da categoria Infantil, com jogadoras de até 16 anos. As partidas acontecem no Ginásio de Esportes Professor Adolfo Back.


Spilere Serralheria G
Raríssima Final
Marka final pauta
Topo