saúde

Pessoas com Fibromialgia recebem documento de atendimento preferencial em Forquilhinha

A lei municipal nº 2422/19 dispõe a quem tem fibromialgia os mesmos direitos dos idosos, gestantes e pessoas com deficiência.

O município de Forquilhinha iniciou a entrega de documentos que confere o atendimento preferencial para as pessoas diagnosticadas com fibromialgia. A lei nº 2422/19 aprovada por unanimidade pelos vereadores e sancionada pelo prefeito Dimas Kammer, dispõe a quem tem fibromialgia os mesmos direitos dos idosos, gestantes e pessoas com deficiência.

Os primeiros documentos em formato de carteirinha foram entregues nesta quarta-feira, 12, pelo prefeito Dimas Kammer, acompanhado do vice Félix Hobold, secretária-adjunta da Saúde, Maria Teresa de Aguiar Scaini, vereador Célio Elias e da delegada/líder voluntária da Associação Nacional de Fibromiálgicos (Anfibro), Flávia Mesquita.

Net Lider
Contape
Banana Motos
Star Seguros
Posto Bravo
Maderonchi

As mulheres Cristina Valéria, Divanilda Cunha da Silva e Nazarena André Miranda foram beneficiadas com a ação. Para elas, é um passo importante para a sociedade compreender sobre as limitações provocadas pela fibromialgia. “Sofro com dores há 20 anos e já passei por 19 cirurgias. Somente há dois anos um médico conseguiu descobrir o motivo de tanta dor. Agradeço ao município pela contribuição relevante para nós”, disse a Divalnilda.

Os poderes executivo e legislativo de Forquilhinha se uniram em prol das pessoas que sofrem com a doença. “Infelizmente ainda não descobriram a cura da fibromialgia, mas há meios de melhorar a qualidade de vida. A nossa ação traz um pouco mais de conforto para as pessoas que lutam contra a dor”, comenta o prefeito Dimas Kammer. “Antigamente achavam que quem reclamava disso queria uma desculpa para ficar em casa. Hoje já se sabe mais a respeito e o sofrimento que elas passam”, acrescenta o vereador Célio Elias.

A fibromialgia caracteriza-se por dor crônica em vários pontos do corpo, especialmente nos tendões e nas articulações. “Trata-se de uma patologia relacionada com o funcionamento do sistema nervoso central e o mecanismo de supressão da dor que atinge, em 90% dos casos, mulheres entre 35 e 50 anos, mas também pode ocorrer em crianças, adolescentes e idosos”, esclarece a líder voluntária da Anfibro, Flávia Mesquita.

A lei nº 2422/19 também estabeleceu o dia 12 de maio como o Dia Municipal de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia em Forquilhinha. As pessoas diagnosticadas com a doença no município e interessadas em ter acesso aos benefícios, devem entrar em contato com a Secretaria de Saúde para orientações de como receber a carteirinha. Mais informações no telefone (48) 3463 1082, das 7 às 12 horas.

Redação – Filipe Casagrande

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo