Economia

Lideranças e a comunidade de Forquilhinha participam de debates para o Plano de Desenvolvimento da Amrec

Encontro virtual fez parte da primeira etapa das atividades.

A manhã desta quinta-feira, 13, foi marcada por mais um encontro para a elaboração do Plano de Desenvolvimento Regional da Amrec. Desta vez, lideranças políticas e empresariais e a população de Forquilhinha estiveram reunidas virtualmente para refletir e elencar os desafios, as potencialidades e os sonhos para o Sul do Estado e para o município. Os debates para a primeira etapa da formulação do plano foram mediados pela equipe da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) e do Centro Universitário Barriga Verde (Unibave) de Desenvolvimento Regional da Amrec.

O objetivo do plano estratégico é levantar o que é necessário para que a região e os municípios tenham um desenvolvimento socioeconômico até 2030. Nesta primeira etapa, que ocorre ao longo desta e da próxima semana, 12 municípios poderão colaborar na construção do plano regional.

Net Lider
Star Seguros
Contape
Posto Bravo
Sabor D,Italia
Banana Motos

Os resultados da reunião desta quinta-feira com representantes de Forquilhinha:

Dificuldades/desafios:

  • Acesso à cidade – viabilizar o acesso ao município; falta ligação direta com a BR 101.
  • Desenvolvimento da cidade – baixo valor agregado aos serviços; talentos de Forquilhinha acabam migrando para outros locais; ampliação dos cursos técnicos; carência de talentos tecnológicos; necessidade de pensar de maneira integrada e estratégica com os outros municípios;
  • Grande dependência de uma empresa de grande porte; monocultura de arroz; necessidade de diversificação de empregos e de melhorar o diálogo com o setor empresarial; dar maior atenção para as áreas públicas, com o objetivo de atrair novos investidores e necessidade de unificação da cadeia produtiva.
  • Infraestrutura interna – crescimento maior dos bairros; melhorar o acolhimento de quem chega e busca trabalho; os serviços públicos precism de aprimoramento para atender as demandas; necessidade de ampliar serviços de saúde, educação e creches; escassez de recursos hídricos e atualização do plano diretor;
  • Turismo – turismo e cultura subdesenvolvidos; criar mecanismos para o turismo da região, integrando com a Serra do Rio do Rastro; desenvolvimento de um projeto de turismo regional e implantação da Roda dos Jesuítas;
  • Questão ambiental – educação da população sobre o meio ambiente; implementação da coleta seletiva; melhores condições para os catadores e a existência de muitos animais de rua. Crescimento da cidade deve respeitar o meio ambiente.

Potencialidades:

  • Economia – rizicultura; agricultura orgânica; agricultura pitaya; três modais: rodoviário, ferroviário e aéreo; indústrias; agropecuária; rejeitos de carvão para gerar energia.
  • Turismo – religioso (Rota dos Jesuítas); terra de Zilda Arns; festas étnicas; gastronomia alemã; cervejaria Saint Bier; esportivo; cultural; agroturismo.

Sonhos para o município:

Região ser destaque por:

  • Turismo e lazer – rural; religioso; cultural e possibilidades de atividades de lazer.
  • Educação – investimento na infância; maior aproveitamento acadêmico; política pública de incentivo ao jovem, para melhor qualificação profissional; ensino em tempo integral.
  • Cidade sustentável – ciclismo; energia limpa; cidade com mais recicláveis; maior desenvolvimento tecnológico que trará maior melhoria no produto, melhoria no processo, e irá repercutir em toda a cidade; maior aproveitamento acadêmico da cidade; boa mobilidade urbana; cidade limpa, com maior possibilidade de diversão, com cidades integradas nos serviços públicos essenciais; despoluição do rio para uma pesca esportiva, com a mata bem cuidada, onde se possa nadar e compartilhar momentos com as pessoas; linha férrea interligando toda a região; potencialização dos próprios alimentos da região; gerenciamento hídrico; maior participação feminina na gestão pública, nos negócios, e na sociedade como um todo e segurança pública
  • Integração entre os municípios da Amrec – pensar no macro e agregar os municípios que se mostrassem interessados nessa integração. Gestores, lideranças e a comunidade serem protagonistas dessa integração.

Debates com a participação de todos

A pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da Unesc, Gisele Coelho Lopes, afirma que o objetivo dos encontros iniciados esta semana é permitir que todos possam contribuir com o plano estratégico. “Se nós pensamos no desenvolvimento da região, precisamos pensar na qualidade de vida da população Esta primeira fase do Plano de Desenvolvimento é muito importante, pois se traduz em uma escuta de pessoas de diferentes segmentos da região que podem ser autores também deste plano”, comenta.

O prefeito de Forquilhinha, Dimas Kammer, salienta a importância da iniciativa para toda a região. Segundo ele, o Plano de Desenvolvimento da Amrec irá beneficiar a todos os municípios, uma vez que nenhum município é autossuficiente e precisa dos demais. “Tudo depende do desenvolvimento da economia: uma boa saúde, boa educação, infraestrutura. Temos que pensar no futuro e o que queremos para nós e para as próximas gerações. Parabenizo a equipe da Unesc e do Unibave pela bela condução dos trabalhos. Estou muito satisfeito com tantas contribuições interessantes para estruturar o município em todas as áreas”.

Os diálogos contaram com a participação de diversas lideranças do município, além de professores e representantes de entidades e empresários. O vereador Juliano Arns afirma que o planejamento é de extrema relevância para pensar o crescimento de forma sustentável. “Temos que avaliar a questão da qualidade versus quantidade na geração de renda. Queremos que todos cresçam”.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Forquilinha, Carlos Alberto Arns Filho também participou dos debates e ao final, reforçou a importância da iniciativa para toda a região, além de destacar a eficiência da metodologia adotada pela Unesc e pelo Unibave para esta fase de coleta de informações, enfatizando o dinamismo das atividades.

Dados para reflexões

Os coordenadores do Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico e de Inovação da Unesc, Thiago Fabris e Melissa Watanabe, apresentaram indicadores de desenvolvimento sustentável e de desenvolvimento socioeconômico da Amrec e de Forquilhinha.

Foram apresentadas ainda macrotendências mundiais, como intensificação de demanda por alimentos, expansão de entretenimento e turismo, infraestrutura moderna e competitiva, envelhecimento da população e mudança no padrão da produção, para fomentar a reflexão do que o município pode fazer para se beneficiar delas.

Segundo dados apresentados pelo Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico e de Inovação da Unesc, em Forquilhinha, componentes do Produto Interno Bruto (PIB) que é de R$ 813.292 são: serviços (42%), indústria (33%), administração pública (17%) e agropecuária (8%).

Em Forquilhinha, os setores que mais empregam formalmente são: indústria (4.246); serviços (1.740); comércio (1.198); construção civil (189) e agropecuária (55). O município tem o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0,753. Outro dado importante apresentado foi sobre o valor adicionado à economia a cada emprego formal gerado: em Forquilhinha, é de aproximadamente R$ 90 mil e na Amrec, em torno de R$ 100 mil.

Ainda sobre a Amrec, a equipe da Universidade apresentou dados sobre variáveis que impactam o crescimento econômico da região. Cada R$ 1 pago em despesas públicas gera R$ 7,3. Cada US$ 1 em exportação ou importação contribui para o crescimento econômico de R$ 1,16. Cada pessoa que nasce ou vem morar na Amrec, acrescenta R$ 880 ao PIB. Cada emprego gerado, contribui em R$ 4.572 com o PIB e a principal variável que afeta o crescimento econômico é a educação. Em termos de matrícula no Ensino Médio, cada uma que é efetuada, gera R$ 7.156 ao PIB.

Evento prestigiado

O evento virtual teve a participação de representantes de Forquilhinha: prefeito Dimas Kammer; vice-prefeito Felix Hobold; secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Alberto Arns Filho; representante do Controle Interno do Município, Jadna Colombo Pereira; responsável pelo Movimento Econômico das prefeituras de Forquilhinha e de Nova Veneza, Sergio Tiscoski; presidente da Apae, Cleumir Luiz Steiner; presidente da Associação Empresarial, Adalto Spilere; secretária de Assistência Social, Nadir Külkamp Tibes da Silva; secretária de Educação, Sonia Regina Silveira Gonçalves; vereador Juliano Arns; superintendente da Fundação Ambiental Municipal de Forquilhinha, Lilian Arns; engenheiro civil da prefeitura, Leandro Arns Back; o representante do setor de TI da prefeitura, Eduardo Damásio Dutra e advogados Elton Luiz Tibes da Silva e Júlio César Lopes

Do Unibave, participaram o pró-reitor de Pós-Graduação Pesquisa e Extensão, Dimas Ailton Rocha e a coordenadora do curso de Agronomia do Unibave, Janaina Veronezi Alberton.

A equipe da Unesc envolvida no evento é formada: pela reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta; pela pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Gisele Coelho Lopes; pelos coordenadores do Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico, Thiago Fabris e Melissa Watanabe; pela coordenadora do Setor de Planejamento Institucional, Almerinda Bianca Bez Batti Dias; pelo coordenador da Sala dos Municípios, Dorvanil Vieira; pelos professores da Unesc que atuam como mediadores, Igor Drudi e Camila Bardini e pelos consultores Sebastião Freitas e Roberto M. Spolidoro, além de 11 monitores auxiliando quando o grupo é dividido em pequenos grupos.

Plano de Desenvolvimento da Amrec

A primeira etapa da formulação do plano estratégico contemplará 12 reuniões com lideranças políticas e empresariais dos municípios.

O trabalho será dividido nos quatro momentos de: Diagnóstico; Setores-chaves e eixos e objetivos estratégicos; Projetos estratégicos e Modelo de Governança, todos virtuais, com número de encontros e datas pré-definidas. Ao longo dos próximos meses a Universidade trabalhará em debates e pesquisas junto as equipes de todas as prefeituras em um processo que conta com 20 encontros, divididos em sete etapas de trabalho.

Redação – Milena Nandi

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo