Economia

SC lança programa de inovação voltado para o agronegócio

O agronegócio catarinense está com os olhos voltados para o futuro. Nesta terça-feira, 17, a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural e suas empresas vinculadas – Epagri, Cidasc e Ceasa – lançaram o Programa Agroinovação SC. O objetivo é estimular iniciativas inovadoras e aprimorar as políticas públicas voltadas para o setor produtivo. As ações já executadas terão uma nova diretriz e a meta é fomentar o ecossistema de inovação voltado ao agro.

“O Agroinovação traz a possibilidade de pensarmos de forma inovadora nos desafios que o agronegócio de Santa Catarina tem pela frente. Queremos criar essa cultura de inovação na Secretaria da Agricultura, Epagri, Cidasc e Ceasa, levando isso para as políticas públicas e o direcionamento de recursos para fazer de Santa Catarina um estado protagonista e referência em tecnologias voltadas para o agro”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, Ricardo de Gouvêa.

O novo Programa contempla diversas ações, entre elas o mapeamento do setor de inovação, capacitação e melhoria da conexão entre startups e setor produtivo. Além disso, a Secretaria da Agricultura , Epagri, Cidasc e Ceasa passarão por uma mudança de diretrizes, focando no futuro da agropecuária.

Dengo Produtos de Limpeza
Net Lider
Thiago Auto Lavação
Colinas Chocolatteria
Contape
Maderonchi

A intenção é incorporar iniciativas inovadoras nas políticas públicas, atividades de fomento, pesquisa, extensão rural, comercialização e defesa agropecuária de Santa Catarina. O primeiro passo será conhecer o que vem sendo desenvolvido de pesquisas e/ou soluções com possibilidade de aplicação prática para a agricultura catarinense.

“Santa Catarina é um grande produtor de alimentos e também de tecnologias e inovações. Queremos unir esses setores para que juntos possamos pensar no agro do futuro, levando mais qualidade de vida e renda para os produtores rurais e pescadores que vivem em nosso estado”, ressalta Ricardo de Gouvêa.

O Programa Agroinovação SC será desenvolvido com o apoio do VIA Estação Conhecimento, grupo de pesquisa ligado à Universidade Federal de Santa Catarina.

Edital aberto

Em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), a Secretaria da Agricultura publicou dois editais para mapear startups e Instituições de Ciência, Tecnologia e de Inovação (ICTs) especializados no setor agropecuário e promover conexões entre o ecossistema de inovação e as cadeias produtivas.

Por meio do chamamento público será possível identificar as startups e as soluções tecnológicas que ofereçam soluções para a agricultura, pecuária, pesca e agroindústria em Santa Catarina, promover a divulgação dessas iniciativas para o setor produtivo e subsidiar novas políticas públicas de fomento à inovação.

As Agritechs, Foodtechs e as ICTs cadastradas estarão aptos, de forma não exclusiva, a participarem das ações implementadas pelo Agroinovação SC e pelo Núcleo de Inovação Tecnológica para a Agricultura (NITA), bem como de outras iniciativas e políticas que poderão ser implementadas.

“Nós contamos com todas essas empresas que atuam dentro do agronegócio para que possamos fazer esse mapeamento e que participem desse programa”, ressalta o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), Fábio Zabot Holthausen.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira, destacou que a pasta também é apoiadora do programa e colocou os Centros de Inovação à disposição da ampliação do agronegócio por meio da inovação.

As startups e Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação interessados em participar do Edital podem se inscrever no link, até o dia 9 de dezembro de 2020.

Redação – Ana Ceron

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo