Notícias

Como investir seu dinheiro em 2019?

Especialista dá dicas para todos os perfis de investidores e mostra as novidades do mercado financeiro digital

Com o novo ano, o investidor brasileiro deve estar atento ao cenário econômico que vem por aí. Os principais fatores estão na posse do novo governo, que promete injetar ânimo na economia, e a ascensão do mercado financeiro digital – com as fintechs e criptomoedas. Diante disso, todos os investidores, sejam eles experientes ou iniciantes, devem estudar e analisar de forma minuciosa antes de aplicar seu dinheiro.

“Quem perde dinheiro, geralmente, é quem estuda pouco o mercado, não diversifica a carteira ou simplesmente não tem paciência”, explica o professor Daniel Cavagnari, coordenador do curso de Gestão Financeira do Centro Universitário Internacional Uninter. O perfil do investidor, segundo o professor, vai desde o mais conservador, que aposta em investimentos mais seguros, até o mais agressivo – que deve ser bastante paciente, pois quanto maior a intenção de rendimento, maiores serão os riscos.

Dengo Produtos de Limpeza
Spilere Serralheria
Contape
Maderonchi
Colinas Chocolatteria
DM Seguros

Para os mais conservadores ou aqueles que estão iniciando, Cavagnari recomenda apostar em rendimentos de renda fixa – aqueles em que se sabe exatamente a taxa de rendimentos –, como o Tesouro Direto. Porém, por serem muito seguros, não há previsão de melhora dessas aplicações para 2019, já que dependem diretamente da taxa de juros básica, a Selic.

Já para aqueles que querem arriscar mais, vale a pena avaliar os investimentos de renda variável. O professor recomenda buscar o mercado financeiro digital, que está em alta e com grandes possibilidades de lucro. Nesse meio, é mais seguro buscar fintechs e investimentos em startups. Já as criptomoedas exigem maior cuidado, pois se trata de um objeto ainda em estudo e que tem grande volatilidade.

“Seja acima de tudo paciente, cauteloso e reserve algumas horas para estudar o mercado e investimentos disponíveis. Cuidado com promessas milagrosas e com ofertas em anúncios eletrônicos”, recomenda Cavagnari.

Para aqueles que mantêm suas reservas na caderneta de poupança, o professor recomenda mudar a mentalidade, principalmente se o dinheiro ficará parado por mais de seis meses. “Hoje em dia caderneta de poupança não é um investimento, e sim apenas uma garantia de recuperação da inflação. Paga um pouco mais que o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS), ou seja, não chega a 5% ao ano”, pontua.

Francine Ferreira – Lorena Oliva Ramos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Spilere Serralheria G
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo