Raríssima Cabeçalho
Colunistas

Aeroporto Diomício Freitas: solução de impasse não pode ser esquecida pelos governantes

DA POLÍTICA

Não esqueçam do Diomício!

Muito comentada até o fim de 2016, tem caído no esquecimento pela comunidade a situação do Aeroporto Diomício Freitas, de Forquilhinha. O aeródromo não recebe voos comerciais desde novembro do ano passado, quando a Azul Linhas Aéreas transferiu suas atividades para o Aeroporto Humberto Guizzo Bortoluzzi, de Jaguaruna. No entanto, uma estrutura como a disponível na região carbonífera não pode ser deixada de lado. É preciso que as lideranças políticas levantem a causa como bandeira, para que possamos acreditar – ainda que no futuro – que o local possa voltar a operar como antes.

Spilere Serralheria
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera
Maze Bag

E esse futuro?

Nesta semana, inclusive, surgiram especulações de que até mesmo alguns empresários estariam cogitando a ideia de retirar suas aeronaves particulares do Diomício Freitas. A informação foi negada pelo secretário de Estado da Infraestrutura, Luiz Fernando Cardoso. Ele alega que os empresários querem é que seja logo definida a forma como o aeródromo será administrado daqui para frente, para que possam continuar utilizando dos serviços. Uma zeladoria deve ser contratada pelo Governo do Estado para tomar conta do local temporariamente, mas é preciso mais! É hora de voltar a pensar na situação com a devida importância que ela merece! Caso contrário, poderemos perder até mesmo o que restou.

Onde estaciono I

Voltou à pauta na Câmara de Vereadores o problema de falta de estacionamento na área central de Forquilhinha. Proposta de campanha no último pleito, a solução desse impasse ainda não foi alcançada. É que com o aumento do fluxo de veículos e expansão do comércio, já se torna praticamente impossível encontrar vagas para os carros em horários de pico no município.

Onde estaciono II

Uma possível solução, já proposta desde a última eleição municipal, seria eliminar o canteiro central da Avenida 25 de Julho, adaptando as laterais com vagas de estacionamento em 45 graus. A ideia foi relembrada na sessão do Legislativo dessa semana, através de uma indicação feita pelo vereador, Juarez de Oliveira. Alguns afirmam que a medida acabaria com o estilo cultural da avenida, mas fato é que alguma coisa precisa ser pensada e efetuada – e em breve – para melhorar essa complicada realidade.

Inquérito

Seguem os trabalhos na Comissão Especial de Inquérito da Câmara de Vereadores de Forquilhinha. De acordo com o presidente da CEI, Érico D’Amorin, o vereador, Juarez de Oliveira, não apresentou documentação convincente nesta semana e por isso, tem um prazo de mais cinco dias para apresentar sua defesa. Caso contrário, deverá ser novamente questionado a partir da terça-feira, 25, juntamente com todos os atuais funcionários comissionados do Legislativo.

DA COMUNIDADE

Novo, de novo

Já se cogita a possibilidade de a Polícia Civil de Forquilhinha trocar novamente de delegado até a próxima semana. Isso porque, por conta de aposentadorias em Criciúma, a Delegacia Regional precisa readequar o comando da Divisão de Investigação Criminal, e o atual delegado do município, Eduardo de Mendonça, é cotado para fazer parte da equipe. Na cidade, em pouco mais de dois meses de atuação, ele vinha fazendo um trabalho exemplar, sendo responsável até mesmo por solucionar, de forma rápida e eficiente, crimes que chocaram Forquilhinha.

Atual delegado de Forquilhinha, Eduardo de Mendonça.

E a rodovia…

Depois de mais um acidente ser registrado na Rodovia Antônio Valmor Canela, a SC-108 que liga Forquilhinha a Meleiro, a comunidade começa a cobrar – cada vez mais – a instalação de novas lombadas na via. O superintendente Regional Sul do Deinfra, Lourival Pizzollo, argumenta que questões judiciais impedem a instalação de radares eletrônicos em Santa Catarina, mas que técnicos do departamento deverão efetuar um estudo até a próxima semana para analisar se realmente há necessidade de mais lombadas físicas, ou se é a imprudência no trânsito que tem gerado tantas ocorrências lamentáveis na estrada. Será?

Mais horário

A partir da próxima segunda-feira, 24 de abril, será ampliado o horário de agendamento dos serviços médicos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), através da Secretaria de Saúde de Forquilhinha. No novo modelo, esses horários poderão ser marcados durante toda a semana, de segunda a sexta-feira, sempre das 7h às 9h. Ótima forma de melhorar o atendimento à população e diminuir a formação das longas filas de pessoas que procuram por auxílio médico.

Do SUS

Além disso, a saúde de Forquilhinha terá outro grande avanço também a partir da próxima segunda-feira, 24. Trata-se da disponibilização da lista de espera do SUS para que os pacientes que aguardam consultas, exames e cirurgias possam acompanhar o andamento da fila e suas respectivas posições.

Residencial

Moradores do Residencial Forquilhinha, da Vila Franca, estão convocados a participar, na próxima terça-feira, 25, de uma assembleia no próprio condomínio, a partir das 19h30min, para debater a forma como serão feitos os reparos nos problemas estruturais do complexo habitacional. A Caixa Econômica Federal já recebeu um levantamento de todas as necessidades e, agora, espera-se que traga um cronograma de solução para a questão. Vazamentos, infiltrações e alagamentos são exemplos de problemas já percebidos no local, que foi inaugurado no fim de 2016.

Parabéns, Forquilhinha!

A cidade se prepara, também, para mais um aniversário de emancipação político-administrativa na próxima quarta-feira, 26 de abril. São 28 anos de existência como município, e uma programação de comemoração está sendo preparada pela Administração Municipal. A começar por este sábado, 22, com a realização do Stammtisch e da corrida “Forquilhinha Night Run”. Já durante a próxima semana haverá passeio ciclístico, atrações artísticas, musicais, culturais, esportivas, gastronomia e corte do bolo. E, por fim, nos dias 27 e 28 de abril acontece o “4º Seminário Nacional de Políticas Públicas para a Primeira Infância – Um Tributo a Zilda Arns”.


Topo