Óticas Carol 2
Sulcatel
Óticas Carol
Segurança

Violência doméstica: após agressões, mulher esfaqueia companheiro

Odonto Excellence

Ocorrência foi registrada na noite desse domingo, em uma residência na Rua Nereu Beloli.

Na noite desse domingo, 30 de setembro, por volta de 20h30min, um caso de violência doméstica foi registrado pela Polícia Militar de Forquilhinha em uma residência na Rua Nereu Beloli. Uma mulher de 44 anos esfaqueou o companheiro de 36 anos, nas costas e em um dos braços, depois de ter sido agredida por ele.

De acordo com o depoimento da mulher, prestado inicialmente à Polícia Militar, depois de uma festa durante o dia, em que teriam ingerido bebida alcoólica, uma discussão foi iniciada e seu companheiro lhe agrediu com socos, dentro de casa. Ela teria corrido para a rua e, na frente da residência, o homem ainda havia tentado sufocá-la em um monte de areia e lhe desferido chutes.

Dengo Produtos de Limpeza
Thiago Auto Lavação
ES Academia
Stylo Bike
Maderonchi
Ciranda Papelaria

Em certo momento, segundo o que relatou à guarnição, ela correu para dentro da casa, pegou uma faca na cozinha e o esfaqueou duas vezes, cujos golpes acertaram as costas e um dos braços.

A Polícia Militar foi acionada e encontrou a mulher na rua, com uma faca nas mãos, chorando e nervosa. Próximo dela estava o homem, deitado no chão, sangrando e com duas lesões provocadas pelas facadas. Alguns familiares também estavam no local tentando socorrê-lo.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e, após os primeiros socorros, encaminhou o indivíduo ao Pronto Atendimento de Forquilhinha, onde foi atendido e liberado. Já a mulher foi conduzida à Delegacia de Polícia Civil, sem prestar resistência, apresentando lesões no rosto, pernas e braço.

A Polícia Militar tipificou o ocorrido como tentativa de homicídio. Posteriormente, a Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o que de fato aconteceu, podendo se tratar de lesão corporal dolosa contra homem e mulher, por violência doméstica.

Com isso, não foi lavrado o auto de prisão em flagrante, diante da necessidade de melhor apuração dos fatos. A mulher foi orientada a fazer um exame de corpo de delito e cientificada de que tem direito a medidas protetivas. No entanto, solicitou apenas ser levada até a casa de uma amiga.

Francine Ferreira e Thiago Speck

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Anuncie FN 2017
Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Spilere Serralheria G
Coopera Rodapé
Topo