Emprendedorismo

Venda de empresas: como encontrar compradores para o meu negócio

Se você é um empresário, pode chegar o momento em que vai se questionar se está na hora de vender sua empresa. Há muitos fatores que justificam essa “virada de página” na vida de um empreendedor, e aqui listamos alguns que podem te ajudar a esclarecer se, de fato, está na hora de dar esse passo.

Alguns dos principais motivos que podem motivar o dono de um negócio a passá-lo adiante são:

  • Dificuldades financeiras;
  • Problemas na gestão ou entre sócios;
  • Aposentadoria;
  • Busca por outras oportunidades de mercado;
  • Falta de sucessão.

É importante analisar se sua decisão passa por algum desses fatores. Após essa checagem, se você realmente estiver decidido a alienar sua empresa, é preciso se preparar para todo o procedimento que decorre dessa iniciativa.

Dengo Produtos de Limpeza
Net Lider
Banana Motos
Maderonchi
Posto Bravo
Star Seguros

Como vender minha empresa

O processo de venda de empresas deve ser muito bem pensado e estruturado para que ele possa se concretizar da melhor maneira possível. Por isso, é importante considerar alguns pontos antes de colocá-la disponível no mercado.

Dependendo do seu objetivo na venda da empresa, você pode querer fazer uma alienação parcial ou de toda a sua participação societária no negócio. Caso queira vender apenas parte do negócio e continuar atuando nele de certa maneira, é preciso decidir se essa alienação será da participação majoritária ou minoritária na companhia.

Em qualquer um dos casos, o principal fator de impacto e que vai ajudar a definir os melhores compradores para sua empresa é uma organização financeira bem estabelecida. Para isso, é preciso ter um bom controle sobre as finanças e contas da sua companhia, pegando um histórico dos anos anteriores para que seu assessor financeiro consiga mostrar ao futuro comprador as vantagens de investir no seu negócio.

Preparação para venda

 Para encontrar o melhor comprador para seu negócio, é necessário fazer uma preparação e deixar a casa arrumada antes de começar a negociar. “A negociação é apenas um estágio, entre vários, no processo de venda de uma empresa”, explica Nestor Casado, CEO da Capital Invest – M&A Advisors. “Se você preparou sua empresa para a venda, se seu valuation é profissional, e contou com uma assessoria financeira profissional e experiente em todos os estágios, incluindo a negociação, o normal é que os investidores façam boas propostas”, destaca.

Por isso, aqui explicamos o passo a passo de como organizar a sua companhia e juntar todas as informações necessárias para encontrar um comprador e fechar o acordo.

  1. Documentação

Ter tudo organizado dentro da empresa é o principal passo para colocá-la à venda. Isso significa que todas as informações disponíveis precisam estar bem organizadas, incluindo contratos, acordos, demonstrações financeiras e contábeis, declarações fiscais, etc. Isso o ajudará, inclusive, a verificar se há pendências que devem ser resolvidas antes do processo de venda da empresa continuar.

  1. Valuation

O próximo passo é a avaliação, ou valuation, da sua empresa – ou seja, o cálculo de quanto ela vale. Para esse processo, é possível avaliar a empresa pelo ativo e passivo; pelo valor de empresas comparáveis; ou pela sua capacidade de gerar caixa ao longo dos anos. O valuation profissional precifica a empresa em uma faixa de valores. Para isso, serão consideradas diversas premissas, cenários, estimativas de custo, entre outros fatores.

  1. Planejamento

Com esses itens organizados, agora é hora de planejar como será feita a apresentação do negócio ao mercado. Esse é o momento de pesquisar o investidor ideal para sua empresa. As opções podem ser desde fundos de investimentos, passando por empresas concorrentes ou até companhias estrangeiras. É preciso conhecer bem o investidor, avaliar o perfil do seu negócio e com que tipo de comprador ele é compatível.

  1. Road show

 Para que sua oferta alcance o maior número de investidores possível, um road show é a melhor alternativa. Através dele, há mais chances de entrar em contato com diversos possíveis compradores para o seu negócio, expandindo ainda a procura para diferentes localidades, inclusive fora do país. Nesse caso, o mercado acabará determinado o preço de venda da empresa – por isso é interessante obter o maior número de investidores possível nesses processos, ampliando, assim, a possibilidade de aumentar o valor da comercialização do negócio.

  1. Negociação

 A partir dessa etapa, o empreendedor receberá as ofertas dos investidores, que são não vinculantes por ainda precisarem passar por um processo de due diligence. Nesse estágio, há uma competição entre investidores pela melhor oferta, e caberá ao vendedor decidir qual será o melhor negócio a ser fechado. É importante, contudo, considerar não somente o valor da oferta, como também o perfil do investidor, sua reputação, as condições de pagamento, etc.

O processo de due diligence é o último passo antes da formalização do contrato de venda de empresa. É nessa fase que serão verificadas as informações da empresa a ser adquirida. Para todo esse processo ser realizado de maneira efetiva, é importante contar com um assessoramento especializado. A Capital Invest oferece consultoria especializada em M&A, auxiliando empreendedores a prepararem suas empresas para compra ou venda, diminuindo seus riscos.

Fonte: Capital Invest – assessoria especializada em fusões e aquisições.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo