Segurança

Spark: policiais de Forquilhinha recebem instruções para uso de dispositivos elétricos incapacitantes

Fotos: Ana Paula Mafioletti

Policiais da 4ª Companhia de Polícia Militar, com sede em Forquilhinha, mas que também abrange Nova Veneza, Siderópolis e Treviso, receberam instruções para uso da Spark. Tratam-se de dispositivos elétricos incapacitantes, que emitem pulsos elétricos à distância, a partir de dois dardos disparados, conectados ao suspeito por meio de fios.

De forma geral, a Spark atua sobre o sistema neuromuscular, causando fortes contrações musculares e, com isso, permitindo a incapacitação temporária do suspeito durante a abordagem policial.

De acordo com o comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Criciúma, tenente-coronel Sandi Murís de Medeiros Sartor, nesses dispositivos o foco não é a cooperação pela dor, mas sim pela incapacitação neuromuscular.

Posto Bravo
Banana Motos
Star Seguros
Colinas Chocolatteria
Net Lider
Dengo Produtos de Limpeza

“Os dardos são ligados à arma por um fio, que produz energia a 50 mil volts, mas em uma amperagem muito baixa, que reduzem a quase zero o risco de morte. É mais uma ferramenta de trabalho para os policiais, que permanece à disposição para utilização nas ocorrências”, completa o comandante.

Francine Ferreira

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo