Segurança

Serviço Aeropolicial completa um ano de atuação no Sul

SAER, da Polícia Civil, realiza operações policiais, aeromédicas e dá apoio à outras instituições.

Atuando em operações policiais, aeromédicas e de apoio a outras instituições, o Serviço Aeropolicial da Polícia Civil está completando hoje, um ano de atuação no Sul catarinense. Com base em Criciúma, durante os 365 dias na região, o SAER já atinge um número elevado de ações. Foram 457 horas voadas e 418 de missões atendidas, além de auxílio na recuperação de 17 veículos, prisão de 102 pessoas e apreensão de 32 armas, 734 munições, quatro coletes balísticos e três dinamites.

Para o coordenador do SAER, delegado Gilberto Crepaldi Mondini, instalar a base em Criciúma foi uma decisão mais que acertada, o que se comprova pela intensidade e volume de missões realizadas em apenas um ano. “Podemos destacar a interceptação de ladrões de banco na BR-101 em Sombrio, com apreensão de armamento pesado, explosivos e munições de grosso calibre; bem como as operações policiais desencadeadas em conjunto com as Divisões de Investigação Criminal de Criciúma, Tubarão, São Joaquim e Araranguá; e a parceria permanente com a Divisão Especializada de Investigação Criminal e com as companhias e batalhões da Polícia Militar da região Sul”, afirma.

Posto Bravo
Star Seguros
Colinas Chocolatteria
Sabor D,Italia
Banana Motos
Net Lider

A autoridade policial também ressalta as parcerias firmadas com o Poder Judiciário, o Ministério Público (MP), o Departamento de Administração Prisional (Deap) e empresários locais, visando o incremento das instalações físicas e equipamentos utilizados na rotina da unidade. “Com isso, atendemos e apoiamos missões de várias instituições, como as Polícias Militar, Federal e Rodoviária Federal, o Corpo de Bombeiros, o Deap, o Judiciário, o MP, as guardas municipais e diversas prefeituras. Atuamos, também, em diversas ações sociais ao lado da Cruz Vermelha, do Exército Brasileiro e diretamente em algumas escolas e festas regionais”, elenca.

Destaque aeromédico

Na saúde, ainda que sem recursos destinados especificamente para tal área, o SAER também tem realizado inúmeros transportes aeromédicos, em parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “Isso possibilita minimizar sequelas e dar sobrevida aos pacientes, permitindo a rápida liberação das unidades móveis ao atendimento de outras ocorrências”, completa Mondini.

Desafios futuros

No entanto, segundo o coordenador do SAER, ainda há diversos desafios pela frente, como a aquisição de uma aeronave própria; a celebração do convênio aeromédico para que se possa fazer o atendimento primário de vítimas nos locais de acidentes, com médico e enfermeiro a bordo; o aprimoramento da prestação do serviço nas operações policiais, de resgate e salvamento aquático e em altura; e a obtenção de instalações físicas próprias, com hangar e alojamento.

“Porém, esse dia é para um momento de gratidão. Agradecemos à imensa e calorosa recepção de cada um dos munícipes, instituições, entidades e empresários que nos acolheram no Sul. Reforçamos que a aeronave do SAER já está fazendo a diferença nas vidas das pessoas e que, cada vez mais, irá fazer valer o nosso lema: ‘voar para servir e para que outros possam viver’”, finaliza o delegado.

Francine Ferreira

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo