FORQUILHINHA Previsão do Tempo
Solidariedade

SOS Rio Grande do Sul: em ação com a comunidade, Unesc já encaminhou 300 toneladas de donativos

Rio Grande do Sul

Em ato de solidariedade e afeto, professores, colaboradores e voluntários trabalham incansavelmente na arrecadação, organização e encaminhado dos mantimentos.

A solidariedade e a união foram protagonistas neste sábado (11/10) durante a ação conjunta da Unesc e da comunidade, por meio da Campanha SOS Rio Grande do Sul. Acadêmicos da Universidade, professores, voluntários e parceiros uniram-se em um gesto de amor e carinho, arrecadando não apenas mantimentos, mas também apoio.

Enquanto as equipes dedicavam-se desde cedo nos supermercados da cidade de Criciúma para arrecadar os mantimentos, outro grupo incansável de pessoas, totalmente engajado na causa, se reunia no ginásio José Antonio Carrilho, na Universidade. Ali, organizavam e separavam os itens da melhor maneira possível, preparando-os para o transporte ao estado gaúcho, assim como o fizeram ao longo de toda a semana. A cada momento, mais voluntários se uniam para fortalecer esta corrente do bem.

Contape
Maderonchi
Credisol
Net Lider
Dengo Produtos de Limpeza

Essa organização minuciosa foi pensada em detalhes para facilitar todo o processo logístico. Sob a supervisão atenta da presidente da Acafe e reitora da Unesc Luciane Bisognin Ceretta e dos coordenadores da campanha, Tatiane Macarini e Pedro Hilário, cada produto era cuidadosamente organizado e então transportado para as carretas que partiam, levando também uma mensagem de esperança, após um momento de oração e salva de palmas por todo o esforço e determinação de cada participante que contribuiu de alguma forma.

Com esse engajamento, somente no decorrer deste sábado, foram arrecadadas 24,6 toneladas de alimentos. Além disso, ao longo do dia, foram entregues 100 toneladas de mantimentos ao estado gaúcho, demonstrando a força e a solidariedade dessa mobilização. Ao todo, desde o início da campanha já foram encaminhadas 300 toneladas ao estado gaúcho.

“O que verdadeiramente faz a diferença são as pessoas com corações solidários. O esforço incansável tem sido fundamental, e o objetivo principal é aliviar o sofrimento que até mesmo a melhor medicação não pode curar”, cita Luciane.

“Isso reflete o esforço de uma grande equipe de colaboradores e voluntários. Essa iniciativa se tornou uma verdadeira sala de aula de cidadania e solidariedade, valores que sempre foram defendidos por uma Universidade Comunitária como a nossa. É gratificante ver como, em momentos como este, somos capazes de unir todos em prol de uma causa que busca aliviar o sofrimento de nossos irmãos gaúchos”, comentou Luciane.

A coordenadora da campanha SOS Rio Grande do Sul, expressou gratidão a todos que contribuíram e têm contribuído com a ação. “Cada esforço dedicado valerá muito a pena para aqueles que receberão nossa ajuda, pois fará uma diferença significativa em suas vidas. Desejamos que todos os gaúchos encontrem forças para superar as adversidades. O cuidado demonstrado por cada doador é realmente emocionante”, afirmou Tatiane.

De mãos dadas

Enquanto alguns optam por entregar suas doações em estabelecimentos comerciais, outros escolhem doar seu tempo como voluntários na Unesc, em meio aos esforços para ajudar os afetados pela atual situação. Uma dessas voluntárias é Milene Wichineki dos Santos, estudante de Psicologia da Universidade e natural de Esteio (RS).

“Não tenho palavras para expressar o quanto somos gratos. Minha família inteira está lá no Rio Grande do Sul. Meus pais perderam tudo, mas graças a Deus estão vivos. Eu sou a única que está aqui em Santa Catarina e, graças a vocês, consegui pedir ajuda. As crianças estão dormindo no chão, sem colchão, e não tem água potável para beber. Estou indo incansavelmente todos os dias para o estado gaúcho desde que tudo aconteceu, e hoje não é exceção”, comentou, enquanto se preparava para mais uma viagem ao estado gaúcho.

“A Universidade tem sido como uma segunda família para nós. Parece que estamos vivendo em um cenário de guerra. Aqui na Instituição, tenho recebido apoio emocional e material de todos”, enfatizou antes de ir mais uma vez para o Rio Grande do Sul.

Por falar em Esteio, a irmã de Milene, Rita Wichineki dos Santos, fez questão de gravar um depoimento logo que a cidade recebeu os donativos vindos da Unesc. “Venho agradecer pelos alimentos e roupas. Chegou uma carreta de donativos, com muitas coisas e todas bem organizadas, como água, leite, roupas, e produtos de higiene. Nossa cidade está muito grata. Muito obrigada a Unesc e a todos. Vocês fizeram uma diferença enorme para nós”.

Contribuição

Sensibilizada com a situação enfrentada pelo povo gaúcho, Dausa Alfredo da Rosa Mota, residente em Criciúma, decidiu contribuir por meio do trabalho voluntário. “Me sinto gratificada em contribuir e fazer o bem, mesmo distante das pessoas que necessitam das doações. Tenho convicção de que o esforço alcança aqueles que mais precisam”, conta Dausa.

Gecilene Roberge se formou em Educação Física na Unesc e sempre teve um carinho pela Instituição. Agora, segundo ela, era impossível não se unir à causa. “Se não pode fazer pix ou mandar algum produto, seja um voluntário e faça a diferença”, convidou, emocionada.

Outra voluntária presente no ginásio da Unesc foi Vera Tramujas, residente de Criciúma e professora no Bairro da Juventude. Com emoção, ela compartilhou sua experiência e veio prestar solidariedade ao estado gaúcho, onde possui amigos.

“Já me prontifiquei em lavar algumas peças de roupa como forma de contribuição, e estou ajudando da maneira que posso. Fico emocionada em ver tantas pessoas engajadas na campanha”, relatou Vera.

Ajuda de vários locais

Erica Possamai veio de Içara com o esposo e a filha para trazer doações, e se sentiu emocionada ao testemunhar essa mobilização tão significativa, na Universidade. “Neste momento desafiador, precisamos nos unir, e é por isso que viemos aqui não apenas para trazer os mantimentos, mas também para ajudar o povo gaúcho que tanto precisa”, argumentou.

Até mesmo aqueles que transportam os alimentos se emocionam, como é o caso de Ronaldo Milioli, proprietário de uma transportadora e parceiro desta iniciativa. “O frio e a fome não nos impedem de fazer o bem. Aqueles com um coração bondoso não se deixam deter pelas adversidades. Quem deseja ajudar se mobiliza, independentemente da situação”, compartilhou Milioli.

“Sou profundamente grata por tudo isso. Sou gaúcha e minha família inteira está no Rio Grande do Sul. Se você não tem condições financeiras para ajudar, não tem problema. Se você tem roupas que gostaria de doar, mas não usa, por favor envie para a Unesc. Eu poderia estar em casa chorando, lamentando a situação, mas estou aqui, lutando. O Sul precisa de vocês, porque vocês também nos fazem ser o Sul”, acrescentou a voluntária Noemi Albernaz, que ofertava também, palavras de conforto.

A reitoria destaca que esta ação é contínua e no momento a prioridade é de alimentos de preparo rápido para atender imediatamente aos afetados. “Inicialmente, a arrecadação está concentrada em produtos de consumo rápido e roupas. Em fases posteriores, planejamos realizar missões humanitárias compostas por profissionais, que oferecerão apoio emocional, assistência direta às pessoas afetadas e auxílio na reconstrução e limpeza das residências atingidas”, finaliza reitoria.

Nesta semana, uma equipe da Unesc esteve no estado vizinho para levantar as prioridades e, entre as instituições visitadas, está o Hospital Universitário em Canoas, que abriga oito mil pessoas que necessitam de roupas, cobertores, colchões e alimentos prontos para o consumo, que foram prontamente enviados pela Universidade nesta semana.

Doação de medicamentos

Na Farmácia Solidária da Unesc uma mobilização especial também é realizada para arrecadação de medicamentos. Toda a comunidade interna e externa pode contribuir com a doação de medicamentos com prazo de validade de no mínimo três meses. As doações podem ser entregues das 8h às 12h e das 13h às 17h. A campanha é realizada em parceria com os cursos de Medicina e Farmácia.

A Biblioteca da Universidade também está recebendo livros para a doação.

Redação – Daniela Savi


Dengo Produtos de Limpeza
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo