Política

Mulheres poderão desembarcar de ônibus em qualquer local após as 22h em Criciúma

Um projeto que pretende dar mais segurança para as mulheres que usam o transporte coletivo na cidade de Criciúma. Esse é o propósito do PL 022/16 de autoria do vereador Daniel Freitas (PP), presidente do Legislativo de Criciúma, que foi apreciado e votado por unanimidade na Sessão de hoje (27/6). A proposta é que pessoas do sexo feminino possam desembarcar em qualquer local da linha de ônibus que estiverem usando, a partir das 22h, e não apenas no ponto de ônibus.

“A medida visando à segurança das usuárias de transporte público e à prevenção de assaltos e violência sexual, dispensará as empresas de transporte coletivo e urbano municipal a obedecer aos lugares de parada obrigatória ou preestabelecidas dos pontos de ônibus para efeitos de desembarque daquelas no período noturno, após as 22h e a parar para o desembarque nos locais por elas indicados”, argumentou Freitas, lembrando que já existe esse tipo de projeto nos Estados do Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Conforme o edil um dos fatos debatidos na Câmara é a questão da falta de segurança. “De acordo com a psicóloga da Delegacia da Mulher, que nos ajudou com dados, na cidade são 164 casos de violência contra a mulher neste ano, e registrado na entidade. Agradecemos também a empresa de transporte coletivo urbano que entendeu o nosso projeto”, comentou o vereador.

Banana Motos
Sabor D,Italia
Contape
Maderonchi
Star Seguros
Posto Bravo

O Brasil é um dos cinco países do mundo com maior registro de casos de violência contra a mulher. Por dia, são pelo menos 13 assassinatos no país. O Brasil registrou nos 10 primeiros meses do ano passado, 63.090 denúncias de violência contra a mulher – o que corresponde a um relato a cada sete minutos no país. Os dados são da Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República, a partir de balanço de relatos recebidos pelo 180.

No Estado, conforme a Secretaria de Segurança Pública, a cada três horas, uma mulher é vítima de estupro. São oito casos por dia, entre crimes tentados e consumados.

De acordo com o PL todos os transportes coletivos deverão parar para o desembarque de passageiros do sexo feminino, nos locais indicados por elas, ainda que fora do ponto de parada, desde que respeitando os itinerários originais das linhas e os preceitos decorrentes da correta condução do veículo, esculpidos pelo Código de Trânsito Nacional.

Os ônibus “amarelinhos”, que fazem as ligações entre os terminais (Próspera – Centro – Pinheirinho) não estão incluídos neste Projeto de Lei. As empresas de transporte coletivo deverão divulgar, em local de alta visibilidade, no espaço interno dos veículos, a garantia da nova regra do desembarque noturno para mulheres. Agora o projeto vai para sanção do prefeito Márcio Búrigo.

Francine Ferreira – Daniela Savi

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo