FORQUILHINHA Previsão do Tempo
Segurança

“Se houve algum problema, não tem nada a ver com o Município”, alega prefeito sobre operação em Forquilhinha

Coletiva Administração Municipal

Em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira, 27, a Administração Municipal de Forquilhinha se manifestou a respeito da Operação Maktub, deflagrada pela Polícia Civil após investigação que apontou irregularidades em três Concorrências Públicas – com mesmo objeto – realizadas pela Prefeitura. As licitações visavam a contratação de empresa especializada para a fabricação e instalação de estrutura metálica para a cobertura do ginásio anexo à Escola do Bairro Santa Líbera.

“Do fato em si, quero me solidarizar e dizer que eu acredito na capacidade, competência e honestidade da nossa comissão de licitação. O Governo está tranquilo, todos os nossos processos ocorrem com a maior lisura possível. Quero isentar a comissão licitatória de Forquilhinha, porque acredito na idoneidade dessas pessoas. Se houve algum problema, foi com os empreiteiros, não tem nada a ver com o Município de Forquilhinha”, afirmou o prefeito José Cláudio Gonçalves, o Neguinho.

Conforme o gestor, a ordem de serviço para a construção do ginásio no Loteamento Jardim Eldorado, Bairro Santa Líbera, foi assinada em 16 de dezembro de 2021. “No dia 10 de janeiro de 2022 eu peguei férias e assumiu no meu lugar o vice-prefeito, que decidiu mudar o local do ginásio, proporcionando um aterro de valores altíssimos. Fui contra, liguei e pedi várias vezes para que não houvesse a mudança”, argumentou.

Dengo Produtos de Limpeza
Maderonchi
Net Lider
Contape
Credisol

Segundo o prefeito, a alteração de lugar e necessidade de aterro atrasou a obra em seis meses, o que gerou custos em função da oscilação do preço dos materiais de construção em período de pandemia e a necessidade de um número elevado de aditivos, chegando ao limite do permitido por lei.

A cobertura metálica

Em relação à licitação envolvendo a cobertura metálica do ginásio – alvo da investigação – a situação teria se iniciado por conta de uma falha no projeto inicial, após a Administração Municipal ter sido procurada pela empresa executora.

“O projeto previa 37 toneladas de estrutura metálica e, segundo a avaliação da engenharia da empresa executora, ela não suportaria a estrutura do ginásio. Notificamos a empresa que elaborou o projeto, para que ela se posicionasse sobre o questionamento. Ela reanalisou e concordou que houve uma falha no projeto inicial e que a estrutura metálica precisaria chegar a 62 ou 63 toneladas para que pudesse suportar a necessidade. Como a diferença de toneladas era muito alta, o objeto inicial não suportaria o adivito em conformidade com a lei. Assim, nós tomamos a decisão de elaborar um novo processo licitatório, que é então o objeto de investigação”, complementou o secretário de Administração e Financas de Forquilhinha, Ricardo Ximenes, durante a coletiva.

A Operação Maktub

A operação policial deflagrada na manhã desta terça cumpriu dez mandados de busca e apreensão e dois de prisão nas cidades de Forquilhinha, Araranguá, Meleiro, Turvo, Içara e Nova Veneza. O empresário investigado foi preso preventivamente e uma funcionária da empresa, detida temporariamente.

Além disso, quatro membros da comissão de licitação foram afastados das suas funções públicas e os contratos assinados com a empresa investigada foram suspensos.

Francine Ferreira


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo