Especial

Polícia Civil realiza apreensão de drogas histórica em Santa Catarina

A Polícia Civil e sua Divisão de Narcóticos (Denarc) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), anunciaram no último sábado, 8, a operação que resultou na maior apreensão de drogas no Estado. Foram 5,1 toneladas de maconha e mais 3,7 quilos de skank, avaliados em R$ 10 milhões. A carga foi apreendida próximo ao município de Ponte Alta. Cerca de 30 policiais acompanhavam o carregamento, desde sua origem até a abordagem que contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal.

“Para que nós pudéssemos chegar a apreensões dessa natureza só foi possível graças a um trabalho integrado entre a Polícia Civil, PRF e Receita Federal. O trabalho e empenho de vários policiais foram e continuam sendo parceiros nesses trabalhos. Essa é a maior apreensão de drogas já registrada em Santa Catarina”, destacou o diretor da Deic, o delegado Adriano Bini.

A carga com a droga, que estava em um caminhão bitrem com milho, foi apreendida e o motorista foi preso, na tarde de quinta-feira, 5, na BR-116 próximo a Ponte Alta. Em seguida, os batedores que acompanhavam a carga, também foram presos em Correia Pinto, no Planalto do Estado.

Contape
Dengo Produtos de Limpeza
Net Lider
Posto Bravo
Sabor D,Italia
Star Seguros

A origem da droga é do Paraguai, que entra pelo Mato Grosso do Sul ficando estocada no município de Ponta Porã (PR) e distribuída para todo o Brasil. Essa carga apreendida em Santa Catarina tinha como destino o município de Palhoça para comercialização na Grande Florianópolis e também em outras regiões catarinenses devido à quantidade.

O delegado do Denarc, Pedro Henrique Mendes, explicou que a investigação estava sendo realizada há alguns meses com apreensões em Garuva, Porto Belo e agora essa de Ponte Alta, todas do mesmo traficante. “Dessa última vez conseguimos prender os donos da droga e chefes da quadrilha e acreditamos que vão cessar essa grande quantidade de drogas que entram no Estado. A investigação continua para apurar novos envolvidos na quadrilha e também eventuais crimes de lavagem de dinheiro”.

A Deic informou ainda que com a ação dessa semana já foram apreendidas cerca de 15 toneladas de maconha e a prisão de cinco pessoas. No mês de maio foram 5 toneladas no município de Garuva, em junho somam 4,7 em Porto Belo e essa última de 5,1 em Ponte Alta.

Também estavam presentes na coletiva o inspetor chefe da Receita Federal, Daltro José Cardoso; o chefe da seção de Policiamento e Fiscalização da PRF, Adriano Xavier; e o analista tributário da RFB, Pablo Rodrigo Medeiros.

Francine Ferreira – Rafael Vieira de Araújo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo