Geral

Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração sexual de crianças e adolescentes é lembrado nesta quarta-feira

abuso

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), orienta os municípios nos serviços de enfrentamento a violência, exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes. Nesta quarta-feira, 18, é lembrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração sexual de crianças e adolescentes.

Para apoiar as famílias que tiveram seus direitos violados há os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas). É o caso de crianças e adolescentes vítimas de violência física, sexual, psicológica ou negligência e adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas. Santa Catarina tem 88 Creas em 83 municípios e 360 Centros de Referência de Assistência Social (Cras) em 284 municípios. Os Cras são a porta de entrada para a as famílias para a inclusão social, integram o sistema de atenção básica e tratam da prevenção.

“O Creas é uma estrutura que complementa o trabalho Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Conselho Tutelar e poder Judiciário no atendimento aos que vivem em situação de vulnerabilidade social e são vítimas de violência física, psicológica, abuso sexual, entre outros”, lembra a diretora de Assistência Social da SST, Camila Magalhães Nelsis.

Maderonchi
Dengo Produtos de Limpeza
Contape
Net Lider
Posto Bravo

A coordenadora do Sistema de Informação para Infância e Adolescência (Sipia) em Santa Catarina, Lúcia Grisel, lembra a importância dos municípios atualizarem os dados sobre violação de direitos de crianças e adolescentes no sistema por meio do Conselho Tutelar. “Precisamos integrar os vários atores do sistema de garantia de direitos de crianças e adolescentes, fortalecer os conselhos tutelares e integrá-los na rede que atende crianças e adolescentes para que o trabalho seja aprimorado” .

De acordo com dados do Sipia, nos últimos 12 meses foram registrados em Santa Catarina 692 casos de violência e abuso infantojuvenil. Destes, 65 foram estupros, 49 casos de assédio sexual e 21 de exploração sexual. Os dados são de 83 municípios que inseriram informações no Sipia.

Além dos Cras e Creas existe uma rede de serviços e órgãos de proteção aos direitos de crianças e adolescentes. Um dos mais conhecidos é o Disque 100, que funciona diariamente das 8h às 22h, inclusive aos fins de semana e feriados e recebe denúncias anônimas com garantia de sigilo. Existem ainda os Conselhos Tutelares, Delegacias Especializadas, Ministério Público, Defensoria Pública e a Justiça da Infância e da Juventude, que tratam de casos relacionados com a violação dos direitos de crianças e adolescentes.

Segundo dados da Secretaria de Direitos Humanos, o Disque 100 registrou de janeiro a junho de 2015 em Santa Catarina 2.947 casos de violação contra crianças e adolescentes. Destes, 441 são de violência sexual; 585 de violência física e 725 de violência psicológica.

“Essa data é extremamente importante para mobilizarmos a sociedade e incentivar as denúncias dos casos de violência contra crianças e adolescentes. O abuso e a exploração sexual ainda são temas muito camuflados. O número de casos é muito maior do que realmente aparece nas denúncias”, afirma a conselheira do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca), Lizandra Vaz Salvadori.

A Lei Federal 9.970/2000 instituiu o 18 de maio como Dia Nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes para mobilizar, sensibilizar e informar sobre o assunto. O dia 18 de maio foi escolhido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes porque nesse dia, em 1973, uma menina de oito anos de idade foi sequestrada, espancada, estuprada e assassinada na cidade de Vitória (ES).

Francine Ferreira – Luciane Cotoman Lemos
Foto: Ailson Lopes

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Dengo Produtos de Limpeza
Marka final pauta
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo