Região

Centro de Ensino e Pesquisa do Hospital São José uma base sólida de conhecimento

Pesquisa aliada a ciência, trazendo benefícios para população.

O Centro de Pesquisa do Hospital São José teve seu início em 2006, e recebeu nome de Centro de Ensino e Pesquisa Dr. Albino José de Souza (CRM 845/ RQE3075) em 2007; médico que iniciou estudos na área de pneumologia dentro da Instituição e o pioneiro no incentivo e implantação, a cultura de investigação de fatores associados às doenças.

No mesmo ano (2007), o médico Dr. João Quevedo incentivou a pesquisa, desenvolvendo estudos na área de Neurociências, principalmente associado aos mecanismos de doenças psiquiátricas. Neste período, foram introduzidos também a medicina investigativa no HSJosé que atribui ao profissional de saúde a identificação de particularidades do paciente, como exposição a fatores de riscos e prevenção de doenças por meio da identificação dos mesmos.

Spilere Serralheria
Dengo Produtos de Limpeza
Contape
Thiago Auto Lavação
Maderonchi
Colinas Chocolatteria

“A medida que o centro crescia, diferentes parcerias de pesquisa foram se estabelecendo, podendo destacar as investigações de mecanismos da disfunção cerebral em pacientes clínicos realizada pelos médicos, João Quevedo e Felipe Dal Pizzol. Mais de 30 artigos internacionais foram publicados neste período em estudos realizados com o apoio do Hospital São José, e pelo menos cinco trabalhos de mestrado e doutorado do PPG Ciências da Saúde da UNESC foram realizados com esta parceria”, relata Dra Danusa de Castro Damasio (CRF – SC 6873), pesquisadora do CEP do Hospital São José.

Em 2015 o Centro de Pesquisa – CEP, ganhou uma coordenação e estipulou seus objetivos. Hoje, o objetivo do CEP, é desenvolver pesquisas laboratoriais e clínicas para a identificação de fatores que influenciem o diagnóstico, desenvolvimento e correção de patologias. Para alcançar os objetivos é necessário a estruturação do mesmo com laboratórios de pesquisa, incentivo a estudos epidemiológicos e contratação de estudos clínicos. Em 2014, 2015 e nos dias atuais são encaminhadas frequentemente propostas ao Ministério da Saúde, Capes, Fapesc entre outros órgãos financiadores para a obtenção da estrutura.

O CEP abrange as atividades do comitê de ética em pesquisa, a pesquisa acadêmica e clínica e elabora projetos com propostas de pesquisas.

“O comitê de ética avalia o que os acadêmicos elaboram e desenvolvem no hospital na questão ética, assegurando o sigilo de dados dos sujeitos da pesquisa. Além disso a coordenação orienta os alunos quanto a viabilidade dos projetos, evitando propostas sem obtenção de resultados relevantes”, descreve Danusa.

A pesquisa clínica abrange os estudos com medicamentos em fase de desenvolvimento e são desenvolvidos nos ambulatórios clínicos do hospital. Basicamente, as empresas especializadas enviam ao centro de pesquisa um protocolo de estudo para ser desenvolvido. O protocolo é proposto para avaliar medicamentos ainda não aprovados pela ANVISA. Para uma substância ser considerada terapêutica e segura ao paciente, e necessária passar por estudos clínicos que são divididos em fases: Fase I (pré-clínica); Fase II (Estudo Terapêutico Piloto); Fase III (Estudo Terapêutico Ampliado); e, Fase IV (pós comercialização). No Brasil, os estudos de Fase II e III são realizados com maior frequência.

O centro de pesquisa do hospital São José está contratando os estudos de fase III. São estudos de larga escala, em múltiplos centros, com diferentes populações de pacientes para demonstrar eficácia e segurança (população mínima aprox. 800). São desenvolvidos para: a) Conhecimento do produto em doenças de expansão; b)Estabelecimento do perfil terapêutico; c) Indicações; d) Dose e via de administração; e) Contraindicações; f) Efeitos colaterais; g) Medidas de precaução; h) Demonstração de vantagem terapêutica (ex: comparação com competidores); i) Farmacoeconomia e qualidade de vida; j)Estratégia de publicação e comunicação (ex: congressos e workshops).
Este serviço proporcionará inúmeros benefícios acerca de pesquisa, crescimento institucional e ao paciente.

Os participantes da pesquisa, por exemplo terão acesso a novos medicamentos ainda não disponibilizados no país e com isso maior chance de um tratamento bem-sucedido. Por outro lado, haverá um crescimento profissional e técnico em paralelo uma vez que ambos estarão frequentemente se atualizando e familiarizando com as novas terapias.

Contudo, o centro de pesquisa ampliou e aprimorou suas atividades, especialmente no desenvolvimento do serviço de pesquisa, proporcionando à população o acesso a novas terapias.

“O hospital cresceu muito na área de Ensino e pesquisa. Temos uma escola técnica de enfermagem com quase meio século de existência; campo de estágio em todas as áreas de saúde, para 900 alunos/ano; Residência Médica desde 1999; hoje com seis programas de especialização médica. Um centro de pesquisa clínica em pleno desenvolvimento, implantando a pesquisa em três áreas: oncologia, hemodiálise e anestesiologia. Além do cuidado para com a saúde, o carisma das Irmãs Escolares impulsiona em ensinar outros a cuidarem do próximo, para que a corrente do Bem nunca se rompa”, finaliza Irmã Líbera Mezzari Diretora Geral do Hospital São José.

Francine Ferreira – Kátia Farias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Dengo Produtos de Limpeza
Spilere Serralheria G
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo