Prefeitura Capa Meio
Educação

Campanha para movimento contra suicídio é idealizado por acadêmicos

Câmara de Vereadores

Dia do desafio ocorreu na Acic com estudantes de Design Gráfico e Administração e Marketing e Publicidade

Acadêmicos do curso superior de Design Gráfico (Faculdades Satc) e Administração e Marketing e Publicidade (Faculdades Esucri) estiveram reunidos em uma imersão neste fim de semana na Associação Empresarial de Criciúma (Acic). O intuito foi elaborar uma identidade visual, um slogan e uma peça conceito de outdoors para o Movimento Abrace Uma Vida – iniciativa de combate ao suicídio na região.

Mais de 25 alunos e cinco professores das instituições foram divididos em quatro equipes e participaram do desafio que foi finalizado com a apresentação dos resultados dos alunos. “Como são muitos acadêmicos, são muitas ideias e um período curto para colocá-las em prática, ou seja, é um grande desafio para todos”, frisa o professor e coordenador do curso de Design Gráfico, Diego Piovesan.

Dengo Produtos de Limpeza
Spilere Serralheria
Contape
Maderonchi

O desafio foi realizado em dois momentos, sendo que o primeiro deles ocorreu no período da manhã com a explanação dos integrantes do Movimento Abrace Uma Vida. Esta iniciativa tem como objetivo barrar os casos de suicídio na região Sul do Estado por meio da prevenção, orientação e percepção da doença.

De acordo com uma das integrantes do movimento, Cecília Urbina, representante da Associação Criciumense de Apoio a Saúde Mental (Ceres), a intenção é que essa iniciativa não seja apenas uma campanha, mas que permaneça por tempo indeterminado. “Precisamos da ajuda de toda a sociedade, como essa dos estudantes, para mantermos este movimento e que vidas sejam preservadas”, frisa.

O suicídio é tratado como uma questão de saúde pública. Todos os anos 800 mil pessoas morrem por conta do suicídio no mundo, sendo que em alguns países esta é a segunda ou a terceira maior causa morte entre jovens de 15 a 24 anos. Além disso, a cada 40 segundos uma pessoa comente suicídio e para cada caso cinco ou seis pessoas sofrem consequências emocionais, sociais e econômicas.

Os resultados apresentados pelos estudantes serão avaliados pelos integrantes do Movimento Abrace Uma Vida. “Para os alunos foi uma grande experiência, pois eles acabaram interagindo com uma outra instituição, muitos deles se encontrarão no mercado de trabalho. Além disso, existe a satisfação social em auxiliar toda uma sociedade a tratar do suicídio”, comenta Piovesan.

Além da Ceres, fazem parte do movimento o Núcleo de Prevenção às Violências e Promoção da Saúde (Nuprevips), o Centro de Valorização da Vida (CVV), o Instituto Médico Legal (IML) e a Associação Espírita. Guarda Municipal, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Policias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Centro de Atenção Psicossocial (Caps), Gerência Regional de Educação (Gered), entre outras instituições também compõem o movimento.

Francine Ferreira – Douglas Saviato

1 Comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Spilere Serralheria G
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé

Portal Forquilhinha Notícias. Acompanhe os fatos mais importantes de Forquilhinha em Santa Catarina assim que eles acontecem.

Copyright © 2016 Forquilhinha Notícias.

Topo