Sulcatel
Óticas Carol 2
Óticas Carol
Região

Autores de homicídio de policial militar são identificados

Odonto Excellence

Jovem de 19 anos foi preso preventivamente ontem e outro da mesma idade permanece foragido.

Um jovem de 19 anos foi preso preventivamente nessa quinta-feira, 13, por envolvimento nos homicídios do policial militar da reserva, cabo Carlos Amarildo Vieira, registrado no dia 2 de junho deste ano, e da usuária de drogas Beatriz Terezinha Alves dos Santos, ocorrido em 31 de maio de 2018. Além dele, outro indivíduo da mesma idade também foi identificado como participante dos crimes e permanece foragido.

Anteriormente, o inquérito da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil de Criciúma já havia apreendido um adolescente, de 17 anos, pelo cometimento dos assassinatos. No entanto, segundo o delegado da Divisão de Homicídios, André Milanese, os outros dois jovens também eram suspeitos e, depois de três meses, a apuração conseguiu comprovar o envolvimento de ambos, por meio de provas testemunhais e periciais.

Agro Dino
Coopera
Ri Cred
Maderonchi
Thiago Auto Lavação
Anunciar 2017 – 200px

“Os dois homicídios foram praticados com armas de calibre 38 e .380 e desde o início da investigação figuravam como suspeitos o adolescente e os dois jovens, ambos de 19 anos de idade, que teriam praticado os dois homicídios a mando de uma facção criminosa”, explica a autoridade policial.

Na madrugada do dia 31 de maio, Beatriz Terezinha Alves dos Santos foi assassinada a tiros no Bairro Progresso e, dois dias depois, em 2 de junho, o policial militar aposentado, cabo Carlos Amarildo Vieira, foi morto com disparos de arma de fogo no interior da guarita de um condomínio de edifícios, onde trabalhava como guarda noturno, no Bairro Jardim União.

“O adolescente foi localizado pela DIC na data de 4 de junho de 2018 e confessou com riqueza de detalhes sua participação nos dois homicídios, mas não quis informar quem foram os comparsas. Para ele foi obtido, junto ao Juizado da Infância e Juventude desta Comarca, a internação provisória, que desde então está recolhido no Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório local”, completa Milanese.

Posteriormente, com a investigação resultando em provas que comprovaram o envolvimento dos outros dois indivíduos nos homicídios, a 1ª Vara Criminal de Criciúma deferiu o pedido de prisões preventivas para ambos.

Com isso, na manhã dessa quinta, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão nos Bairros Progresso e São Sebastião, em residências onde os dois jovens poderiam estar e que teriam sido utilizadas para esconder drogas e as armas do crime. As diligências resultaram na localização e prisão de um dos procurados, que foi conduzido ao Presídio Santa Augusta.

No entanto, o segundo homem continua foragido e, por isso, a Polícia Civil solicita apoio da comunidade para encontra-lo. Informações podem ser repassadas ao Disque Denúncia, pelo 181; WhatsApp da Polícia Civil, no (48) 98844-0011; ou para o 190 da Polícia Militar.

A operação de ontem contou com a participação de 26 policiais civis da DIC, 1º e 2ª Delegacias de Polícia Civil de Criciúma, Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI), delegacias de Içara, Balneário Rincão e Siderópolis, bem como quatro policiais militares do 9º Batalhão.

Francine Ferreira

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Marka final pauta
Spilere Serralheria G
Anuncie FN 2017
Dengo Produtos de Limpeza
Coopera Rodapé
Topo