Meio Ambiente

Aumenta o número de locais próprios para banho nas praias catarinenses

A diminuição das chuvas na última semana em Santa Catarina fez com que o número de pontos próprios para banho nas praias catarinenses aumentasse. O 10º relatório de balneabilidade, divulgado pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), nesta sexta-feira, 10, mostra que dos 214 locais avaliados, 139 (65%) estão aptos para banho. As coletas foram feitas de 6 a 10 de fevereiro. Os dados estão disponíveis no site da Fatma ou no aplicativo Praias SC, disponível para Android.

Contape
Maze Bag
Maderonchi
Spilere Serralheria

Em Florianópolis, dos 75 pontos avaliados, 47 (62,7%) estão próprios para banho. No restante do Litoral, dos 139 locais monitorados, 92 (66,2%) estão aptos para os banhistas. Comparado ao relatório anterior, apenas dois pontos passaram para a condição e impróprio e 20 outros locais estão próprios para banho.  “Houve uma melhora significativa e, se o tempo se mantiver firme, sem chuvas, a tendência é que mais pontos voltem a ficar próprios para banho”, explica o gerente de Pesquisa e Análise da Qualidade Ambiental da Fatma, Oscar José Vasques Filho.

Para dizer se um ponto é próprio ou impróprio para banho, a Fatma analisa a presença da bactéria Escherichia Coli, presente em fezes de animais e humanos. São necessárias cinco coletas consecutivas para se obter o resultado. Quando em 80% das análises a quantidade da bactéria é inferior a 800 por 100 mililitros, o ponto é considerado próprio. O programa da Fatma é um dos mais completos do Brasil e executado há 40 anos

Os pontos analisados são nos municípios de Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Da Barra do Sul, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Piçarras, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José.

Francine Ferreira – Claudia De Conto


Topo
Inline
Inline