Raríssima Cabeçalho
Região

ADR vistoria instituições de acolhimento de dependentes psicoativos

Em cumprimento ao Ato nº 1545 de 26 de julho de 2017 do Governador Raimundo Colombo, o secretário Executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Criciúma, João Fabris, coordenou vistorias nas comunidades terapêuticas aprovadas em fase inicial para captação de recursos para prestação de serviços de acolhimento de pessoas com dependência de substâncias psicoativas. Na sexta-feira, 11, todas as entidades e o grupo que realizou a fiscalização irão assinar o relatório que será encaminhado a secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com o secretário Regional, a ação tem como objetivo a habilitação e pré-qualificação destas entidades antes da celebração do contrato. “Para que o repasse seja realizado nós precisamos saber se estas instituições estão funcionando perfeitamente dentro da lei. Principalmente se elas cumprem os pré-requisitos de vigilância sanitária, qualidade no atendimento, documentos, alvarás e outros”, explicou Fabris.

Para a realização das vistorias, foi necessário montar uma equipe composta pelo secretário Regional, o gerente Regional de Saúde, e representantes da equipe de vigilância sanitária, equipe de controle avaliação e auditoria, Policia Militar e Conselho Estadual de Entorpecentes.

“Até o momento as vistorias nos surpreenderam positivamente. É um trabalho fantástico realizado por estas entidades. Observamos que a maioria tem passagem pela policia por pequenos furtos ou porte de entorpecentes e aqui hoje buscam um novo caminho que é a reabilitação”, comentou o gerente Regional de Saúde, Fernando de Fáveri.

Spilere Serralheria
Raríssima lateral
Maze Bag
Cia da Saúde

A primeira instituição a recebera vistoria foi a Comunidade Terapêutica Desafio Jovem, que funciona em Criciúma desde 1985. “Mais de 10 mil pessoas já foram atendidas em nossa comunidade há 32 anos. Para nós é uma satisfação receber representantes do Governo do Estado para acompanhar nosso trabalho e reafirmar a necessidade de recebermos estes recursos para continuar transformando positivamente a vida destas pessoas que precisam de atendimento psicossocial”, comentou o presidente Vanio de Oliveira.

O presidente do Conselho Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas (COMAD), Francis Carlos Mezzari, também acompanhou as vistorias. “Precisamos averiguar as condições de segurança e higiene sanitária das instituições que prestam estes serviços para termos certeza de que podemos contar com elas na hora da recuperação de um dependente e na captação de recursos públicos”, acrescentou.

Na regional de Criciúma, oito comunidades estão pré-aprovadas, o Centro de Recuperação Vida Jovem e Comunidade Terapêutica Casa de Restauração no município de Balneário Rincão, Comunidade Terapêutica Águas Vivas e Comunidade Terapêutica Desafio Jovem (matriz e filial) em Criciúma, Centro de Tratamento de Adicções em Içara, Comunidade Terapêutica Luz no Vale em Nova Veneza, Comunidade Terapêutica Rosa de Saron em Siderópolis e o PIAA – Programa Institucional Aluno Aprendiz localizado em Treviso.

Francine Ferreira – Paula Darós Darolt


Spilere Serralheria G
Marka final pauta
Raríssima Final
Topo